REVELAÇÃO DOS FILHOS DE DEUS

Romanos 8:19


RECOMEÇA O RECRUTAMENTO DOS FILHOS.

A MORTE DE CRISTO É UMA DATA CENTRAL NO PLANO DE 8.000 ANOS DE DEUS.


Tradução inglês / English translation

Tradução espanhol / Spanish translation

Principal Índice



Capítulo 1

A morte de Cristo em abril do ano 33 é o ponto central de um plano de 8.000 anos. Esta data é de longe a mais importante em toda a história humana. Afeta radicalmente cada pessoa que já viveu. Esta única morte sacrificial proporcionou o pagamento do resgate requerido, que comprou para toda a raça humana que morresse uma oportunidade para algo perdido, a oportunidade para uma vida eterna. A doença da morte transmitida, o ‘pecado Adâmico’, foi herdada por todas as gerações da raça humana, Romanos 5:12. É necessária uma vida humana não contaminada com a “doença Adâmica”, realizada pela transferência de uma vida do ser espiritual para o ser humanos, alcançada através do nascimento miraculoso de Jesus. Ele é o único humano nascido desde Adão que não foi contaminado com esta doença da morte.


Jesus nasceu então com o potencial e o direito de uma vida eternal como Adão originalmente tinha. Ele renunciou esta vida a fim de criar uma cura para a doença terminal de envelhecimento herdada pela humanidade. A morte de Cristo prove a única cura completa e permanente para o envelhecimento e a morte humana. Os indivíduos que morreram ao longo de todas as gerações terão oportunidade de gozar desta cura, 1 Coríntios 15:21-22, Mateus 20:28. Este plano de 8.000 anos obtém esta cura, começando no início da história humana quando a raça humana declarou independência e oposição a Deus, desqualificando então a si mesma da manutenção da vida perpétua através de Deus. O plano termina quando a independência se revela como um doloroso fracasso e a lealdade a Deus é estabelecida como um caminho superior comprovado.

A primeira metade deste plano, 4.000 anos, estabelece preparações que levam à data da morte tão importante. Contém uma ininterrupta linhagem de sangue, uma linhagem sinalizada desde Abração até Cristo. Deus fez um contrato com Abraão garantindo que um descendente seu tornar-se-ia no final o descendente especial, o qual é referido em Gênesis 3:15. Um “selo” de circuncisão foi imposto a Abraão e sua linhagem de sangue, Romanos 4:11-13. Isto resultou numa cadeia ininterrupta de 42 gerações circuncidadas, chegando finalmente ao descendente tão importante, o Cristo, Gálatas 3:16. Seguinte à morte de Cristo está a segunda metade do plano de 8.000 anos. A segunda metade, os 4.000 anos após a morte de Cristo, contém uma agenda para a criação de todos os mecanismos para realizar esta cura para o envelhecimento e morte da humanidade.


A segunda metade do programa tem três partes principais.

1. A morte de Cristo providenciando o reequilíbrio legal da cura resgatadora da raça humana, Romanos 5:15-19.

2. O estabelecimento de uma administração universal do Reino a fim aplicar os benefícios desta cura, Efésios 1:9-10.

3. Um mecanismo de ressureição disponibilizando o acesso a esta cura para todas as gerações, João 5:28-29.


sta data para a morte de Jesus Cristo foi calculada meticulosamente, posicionada na metade deste plano de 8.000 anos, exatamente após 4.000 anos no ano 33, Gálatas 4:4. Esta data central fornece a chave para calcular todas as outras datas e detalhes dentro deste plano de restauração. Iniciando em 3968 AC e terminando 8.000 anos depois, em 4033. Isso possibilita que durante este tempo, seja designado o período para o reinado de 1.000 anos do Reino e sequentes 1.000 anos do Grande Jubileu.

  





O PONTO DE EIXO CENTRAL DA MORTE DE CRISTO


DIVIDE UM PLANO DE TEMPO DE 8.000 ANOS

Datado de acordo com o calendário gregoriano

 
Começo do MORTE DE A final
sétimo dia de CRISTO do Grande
 descanso de Deus A Pivotal Tempo Ponto Jubileu
  3968 AC 33 4033
| 4,000 anos | 4,000 anos |
  |<--Preparando-se para a cura->|<---Aplicando os benefícios -->|
_|______|_______|_______|_______|_______|_______|_______|_______|_

  | | |
 0 = 3968 AC +4,000 anos = 33 + 8,000 anos = 4033
  |<-------- 4,000 anos -------->|<--------- 4.000 anos -------->|
  | de preparações | de aplicação |
|<------------------------- 8,000 anos ---------------------->|







Capítulo 2

O CICLO DE 50.000 ANOS DO GRANDE JUBILEU


A chave para verificar a exatidão deste plano de 8.000 anos está no padrão do ciclo do Jubileu. O ciclo israelita de 50 anos do Jubileu detalhado em Levíticos capítulo 25 é uma ordenança de Deus de um modelo de pequena escala de 50 anos. Este modelo tem um único 49º ano sabático seguido por um 50º ano Sabático Jubileu. Dois anos muito especiais consecutivos, durante estes dois anos não haveria semeadura ou colheita. O significado deste ciclo padrão de 50 anos era tão importante que Deus fez com que um milagre especial ocorresse uma vez a cada 50 anos. Em cada quadragésimo oitavo ano do ciclo a colheita era miraculosamente 3 vezes maior que o normal, a fim de durar pelos seguintes 49º e 50º ano, continuando até a colheita do ano seguinte, Levítico 25:21.




CICLO DE 50 ANOS DO JUBILEU JUDAICO
UM MODELO EM ESCALA
* = Um ano Sabático sem colheita

    |Semana 1|Semana 2|Semana 3|Semana 4|Semana 5|Semana 6|Semana 7|*| 
| |*| |*| |*| |*| |*| |*| -->|*|*|<-
2 anos sábados
_|______|_|______|_|______|_|______|_|______|_|______|_|______|_|_|__
consecutivos
| | | | | | | | |
| 7 anos | 7 anos | 7 anos | 7 anos | 7 anos | 7 anos | 7 anos |1|ano
| | |
|<------------------------- 49 anos -------------------------->| |
|
Ciclos de sete blocos de 7 anos Sabáticos | |
  | O Jubileu de um ano Judaico--->*|
|<--------------------------- 50 anos -------------------------->|
|
Ciclos de sete blocos de 7 anos Sabáticos + 1 ano de Jubileu |





Este ciclo de 50 anos foi um modelo de um ciclo muito maior de 50.000 anos que cobre o período do plano de restauração de Deus, seu desenvolvimento, interrupção e reconciliação. Os sete ciclos do Jubileu são o períodos dos sete dias da criação, detalhados em Gênesis. O período destes sete dias pode ser calculado com base no comprimento do sétimo “dia de descanso” da criação, o qual foi antecedido por 6 dias de criação, Gênesis 2:2-4. Durante o período do “sétimo dia do descanso”, Deus deu à raça humana duas atribuições, uma era para povoar toda a Terra e a outra era para cultivá-la conforme Deus havia feito no Jardim do Éden, o qual Ele havia plantado; este obviamente não foi um dia de 24 horas, Gênesis 1:28.

A palavra hebraica ‘yohm’, utilizada como dia em Gênesis, pode igualmente ser traduzida como uma “era” ou “período” de tempo, por exemplo, todos os seis dias da criação são também referidos como ‘yohm’ ou ‘um dia’ em Gênesis 2:4. O Apóstolo Paulo, uns 4.000 anos depois deste sétimo período de descanso ter iniciado, disse que este período ainda estava continuando em seus dias, Hebreus 4:1-11. Existe uma evidência bíblica de que o sétimo dia do descanso dura 7.000 anos e que ainda está continuando agora. Logicamente, se os seis dias da criação anteriores também durassem 7.000 anos cada um, então o séte dias da criação cobriria uma “semana” de 49 mil anos (7 dias x 7.000 anos = 49.000 anos).




O CICLO DE 50.000 ANOS DO JUBILEU REAL

    * = período de 1.000 anos    
C = Um dia da criação (7,000 anos)


*
1.000 anos do Grande Jubileu de Deus -------->|*|
*
Jesus como rei em 1.000 anos Sabáticos ---->|*| |
-->| | |<- 2x 1,000 ano
|C Dia 1 |C Dia 2 |C Dia 3 |C Dia 4 |C Dia 5 |C Dia 6 | C Dia 7 | |
sábados
 |7000anos|7000anos|7000anos|7000anos|7000anos|7000anos|<-6000a>| | |
consecutivos
 | | | | | | |<-7000a ->| |

| | | | | | |<-8000anos->|
__|________|________|________|________|________|________|________|_|_|__
 | | | |
|<- 6x7,000 anos C days= 42,000 + 6,000(to 2033)= 48,000anos ->| | |

| | |
|<---------------=------- 49,000 anos -------------------------->| |
| | |
|
Sete blocos de 7.000 anos do “dia” da criação | |
|<------------
Uma semana da criação de 49.000 anos ------------>| |
| |
|<----------------------=-- 50,000 anos -------------------------->|
|
A Semana da Criação acrescida de 1.000 anos do período do Jubileu|




.


Como os 50 anos do padrão do Jubileu original tinham um único 49º ano Sabático precedendo o 50º ano do Jubileu, assim também o Grande ciclo de 50.000 anos do Jubileu tem um 49º, 1.000 anos Sabáticos, Levítico 25:20-22. Este 49º período especial de 1.000 anos é o que a Bíblia se refere como o ‘segredo sagrado’ ou ‘mistério’ de Deus. Este é o período de 1.000 anos do Reino sob o governo de Cristo. Seguido por um 50º período de 1.000 anos do Grande Jubileu.







O SÉTIMO DIA DE DESCANSO DA CRIAÇÃO DE 7.000 ANOS
SEGUIDO PELOS 1.000 ANOS DO GRANDE JUBILEU = O PLANO DE DEUS DE 8.000 ANOS

      O INICIO DOS                MORTE DE CRISTO                      O FIM DE DIAS
DEUSES DIA DE DESCANSO
PONTO CENTRAL DO PLANO DE DESCANSO DE DEUS
3968 AC 33 EC 3033 EC
|| | ||
||<---------- 4,000 anos --------->|<--------- 4,00 anos ----------->||
|| | || ||
_____||_________________________________|_______________________||_________||____
 || | || ||
||<---------- 4,000 anos --------->|<----- 3,000 anos ---->||<-1000an>||
|| | || GRANDE ||
||<------------------------ 7.000 anos --=---------------->|| JUBILEU ||
||
Sétimo dia de descanso da criação || ||
||
||
|| ||
||<------------------------- 8,000 ANO PLANO ------------------------>||
3968 AC 4033 EC
O INICIO DOS O FIM DE
DEUSES DIA DE DESCANSO 1000 ANO
GRANDE JUBILEU





 
DOMÍNIO DO REINO E GRANDE JUBILEU

PELO CALENDÁRIO GREGORIANO

           MORTE DE                                           O PLANO DE RESTAURAÇÃO      
CRISTO CHEGA AO FIM
33 1033 2033 3033 4033
|| | |<-1,000 anos->|<-1,000 anos->||
|| | | Dominio | Grande ||
|| | | do reino | Jubileu ||
_____||____________|_______________|______________|______________||
 || | | ||
||<----- 2,000 anos --------->|<-1,000 anos->|<-1,000 anos->||
|| ||
---->||<--------------------- 4.000 anos ----------------------->||
4,000 anos 8,000 anos
Ponto médio do caminho Fim


 


Para maiores informações nesta seção vá para o Capítulo 2.




Capítulo 3

DOIS PACTOS DE 2.000 ANOS CADA


O PACTO DE 2.000 ANOS DE ABRÃO

O plano de restauração de 8.000 anos é dividido pela metade pelo ano da morte de Cristo. Também é dividido em quartas partes, nos pontos dos seus 2.000 e 6.000 anos. Logo depois que o plano teve início, em 3968 A.C., Deus gravou uma profecia a respeito de uma “semente” especial de uma futura descendência ou descendente, Gênesis 3:15. Dois mil anos mais tarde, no primeiro quarto do plano, em 1968 A.C, Abraão foi instruído a estabelecer uma linhagem de sangue selada pela circuncisão, o que iria durar pelos próximos 2.000 anos. Deus prometeu que esta linhagem de sangue realizaria de importantes benefícios para todos os seres humanos, Gênesis 12:3 e 22:18. Assim continuou durante uma linha ininterrupta de 42 gerações de pais circuncidados, finalizando com a chegada da “Semente” Jesus Cristo que receberia a ferida no calcanhar, da qual se refere Gênesis 3:15, sofrendo a execução no ano 33 EC. O prazo deste contrato de circuncisão de Abraão durou 2.000 anos, de 1968 AC até o ano 33 EC.
 
Abraão ilustrou a razão para este pacto quando estava preparado para sacrificar seu filho Isaque, Gênesis 22:1-12. No fim, o contrato de 2.000 anos amadureceu com um sacrifício ainda maior feito por Yhwh. Ele ofereceria seu filho primogênito como sacrifício para trazer benefícios a toda raça humana, João 3:16-17, Gálatas 3:8, 14, 16 e 29.


O PACTO DE 2.000 ANOS DO REINO
 
No ano 33 o ferimento no “calcanhar” que havia sido profetizado se cumpriu com a execução de Jesus. Esta vida sacrificada forneceu o direito legal de compensação, sobre o que os, então prometidos, “benefícios para toda a raça humana” podiam se basear. Isso permitiu que o próximo contrato fosse estabelecido, Gênesis 12:3, Mateus 26:26-28. Este novo pacto cria uma estrutura para a construção do sistema administrativo do Reino de Deus, envolvendo Jesus e 144.000 recrutas. O sangue de Cristo dá validade a este segundo contrato em favor de muitos, Lucas 22:29-30. Cada um destes ‘muitos’ recrutas (144.000) tem sua doença Adâmica mortal cancelada pelos termos deste contrato.

A construção do Reino iniciada no ano 33 dura 2.000 anos, até 2033, quando o recrutamento terá sido completado. Ambos os contratos de Abraão e do Reino duraram 2.000 anos e foram consecutivos. O terceiro quarto, depois de 6.000 anos, é o ano de 2033. Este ano marca o início de 1.000 anos de governo pelo “Senhor do Sábado” juntamente com 144.000 pedras viventes. O templo celestial terá sido completamente construído e começará a funcionar. Este governo termina 1.000 anos mais tarde, em 3033, quando sua atribuição de 1.000 anos se conclui.



 






DOIS PACTOS ARTICULAM CADA LADO DA DATA EIXO DE 33

Iniciar do               Segundo contrato Novo se inicia        A maturidade do   
pacto de Abraão Data central Contrato do novo Reino
1968 AC 33 EC 2033 EC
| | |
|<--- Contrato da Preparação ---->|<--- Contrato de aplicação----->|
| Pacto de Abraão | Pacto do Novo Reino |
|<--------- 2,0000 anos--------->|<--------- 2,000 anos --------->|
___|_________________________________|________________________________|
| | |
Ponto do primeiro quarto Ponto médio Ponto do terceiro quarto
+ 2000 anos + 4000 anos + 6000 anos
| | |
| | |
|

Pacto de circuncisão termina no ano 33 ->|<-Pacto do Novo Reino inicia em 33


 






Capítulo 4

SEGUINTE A CADA PACTO ESTÁ UM PERÍODO DE GERAÇÃO ÚNICA


2.000 anos após o fim do pacto da linhagem de sangue de Abraão, Jesus apresentou-se de forma ilustrativa como um Rei em Jerusalém no ano de 33, Lucas 19:35-40. Este pacto de Abraão é seguido por um período de uma ‘geração’ para o recrutamento de pedras vivas candidatas à construção do templo do Reino, Marcos 13:30, 1 Pedro 2:4-5, 9-10. Jesus Cristo se refere a esta geração em Mateus 24:34, assegurando-nos que este período de geração não terminaria antes que se cumprisse tudo que o foi profetizado para acontecer durante esta geração, Lucas 21:32. Então, quanto tempo dura uma geração bíblica?

Uma geração bíblica refere-se àquelas pessoas que vivem num mesmo período de tempo; é dessa forma que Jesus a utiliza em Mateus 24:34. A bíblia por si mesma define a duração deste tipo de geração. Falando sobre a rebelde nação de Israel que saiu do Egito sob a liderança de Moisés, Yhwh diz em Números 14:29-33 "todos aqueles de 20 anos para cima que murmuraram contra Ele não entrariam na terra prometida; eles viveriam num lugar selvagem por quarenta anos como forma de punição", Números 14:29-33. Deus impôs sobre esta geração que vagassem errantes no deserto por quarenta anos até toda aquela geração ofensiva chegasse ao seu fim, Números 32:13. Do ponto de vista de Deus, aquela geração duraria 40 anos, Números 14:29-33. Uma geração bíblica pode ser considerada como 40 anos

Isto implicou que as coisas que Jesus profetizou que “ocorreriam” durante esta primeira geração ocorreriam todas durante um período de 40 anos, tendo início no ano 33 e seu término em 73. Esta geração Judaica em particular, veio em direção ao seu fim com a destruição do sistema Judaico no ano de 70 EC, pelos romanos. Advertências foram dadas àqueles que Deus havia recrutado para que abandonassem o sistema Judaico antes de seu fim, Lucas 21:20-24.

(ver APÊNDICE 10 – Quanto tempo dura uma Geração Biblica)


O pacto do Reino segue o mesmo padrão, tendo completado o seu objectivo de recrutamento ele termina depois de 2.000 anos em 2033. Neste ano Jesus é coroado em sua verdadeira coroação como Rei dos reis para governar o Reino de Yhwh, Apocalipse 17:14 e 19:11-16. Após o final do pacto do Reino de 2.000 anos, uma segunda geração de 40 anos segue. Os eventos profetizados para esta geração do vigésimo primeiro século estarão limitados a este período dos próximos 40 anos, de 2033 até 2073. Desta vez, este período da geração do século vinte e um terá seu fim não através da destruição do sistema religioso judaico, mas sim com a destruição do sistema mundial das religiões cristãs em 2070. Novamente, avisos serão enviados anteriormente a esta destruição para abandonar o sistema mundial das religiões cristãs, Apocalipse 18:2-8.

Para confirmar esta “presença” pessoal com estes recrutas do Reino durante estas duas gerações em especial, Jesus enumerou sinais a serem observados. Alguns sinais se cumpriram apenas durante esta primeira geração, alguns são repetidos durante a segunda geração, outros são adequados para que se cumpram em escala mundial somente durante o último período da segunda presença. Neste primeiro século as “forças armadas” do exército romano foram uma força desoladora destruindo o templo judaico e o sistema no ano de 70, Lucas 21:20. No século XX1 uma forças armadas desoladoras são descritas como uma “fera selvagem de cor escarlate com 7 cabeças e 10 chifres”, Apocalipse 17:1-18. Correspondendo ao exército romano, esta besta representa os poderes políticos mundiais existentes que serão usados para destruir a “Grande Babilônia”, o moderno sistema mundial das religiões cristãs, 2.000 anos depois, em 2070.










AMBOS OS PACTOS TERMINAM COM PERÍODOS DE GERAÇÕES

   1º pacto de Abraão            2º pacto do Reino se inicia          Contrato do Reino
1968 AC 33 EC 2033 EC
| PIVOT DATE |
| Abraham | |
|<----
Preparação Contrato ------>| 73 EC |
|<--------- 2,0000 anos --------->|<+>|<-
Uma Geração de 40 anos |
| | |

| | Reino |
  | |<----
Contrato de aplicação---->| 2073
| | |
| |
<-------- 2,000 anos --------->|
<+>|<-um 40 anos ___|_________________________________|_______________________________|______ Geração | | |
Pacto de circuncisão termina em 33 ->|<- Pacto do Reino inicia em 33
 


 




Capítulo 5


UMA OBRA DE PREPARAÇÃO DE JOÃO BATISTA

PRECEDE CADA PERÍODO DE GERAÇÃO


PRIMEIRA OBRA DE PREPARAÇÃO

A “geração” seguinte ao pacto de 2.000 anos de Abraão foi introduzida com anúncios feitos por João Batista. Ele recebeu poder e autoridade diretamente de Jesus para que fizesse isso, quando houve uma transferência de ventre para ventre no ano 2 A.C, Lucas 1:41-44, Lucas 1:66-77. Durante parte inicial do primeiro século muitos judeus que estavam em alerta antecipavam o surgimento de algum personagem do “tipo” de Elias que anunciaria um Messias. A partir de uma situação de “deserto”, este arauto apareceu na forma de João Batista. Ele havia sido colocado em quarentena, separado da contaminação com qualquer doutrina feita pelo homem das divisões religiosas do judaísmo.

Tão logo João fez 30 anos, em 29 de abril, ele entrou em cena anunciando sua mensagem ao pactuado povo judeu. Ele apelou para que eles mudassem seus caminhos e se preparassem, Mateus 3:1-4, João 1:23. De acordo com Jesus, esta era a atribuição mais importante já dada por Deus para qualquer humano até este tempo. Sua atribuição era de preparar de entre os judeus um grupo de seguidores e conduzi-los numa oportunidade única em direção ao “Messias” que estava por vir, Lucas 1:16-17.

Uns 700 anos antes, a obra de João havia sido profetizada por Isaías em Isaías 40:3-5, “Uma voz que clama no deserto: ‘Preparai o caminho de Yhwh, endireitai suas veredas. V5, Todo vale se encherá, e todo colina e toda montanha será nivelada; os caminhos tortuosos devem ser endireitados e os caminhos escabrosos serão suaves; v6 e toda humanidade verá a salvação de Deus.” Citado por Lucas em 3:4-6. João foi usado para endireitar os entendimentos enganosos (endireitai suas veredas) e remover os obstáculos das tradições religiosas (todo monte e montanha será nivelado). Para esclarecer os direcionamentos de Deus e suavizar a chegada para o Messias (os caminhos escabrosos serão suavizados). Ele declarou que haviam boas novas vindas de Deus sobre como a raça humana seria salva da morte (toda a humanidade verá a salvação de Deus).

João foi direcionado para administrar um único batismo em água. O batismo envolvia ser submerso, significando a submersão dos antigos caminhos errôneos dos indivíduos. Eles voltam à superfície com uma consciência limpa a fim de iniciar uma nova vida, na qual seriam eventualmente levados à remoção permanente de seus pecados hereditários. João declarou que alguém maior e com mais poder iria segui-lo batizando com fogo e espírito, separando pessoas para uma seleção por Deus. João também avisou ao apostata sistema religioso judeu, que o machado já estava no lugar para cortá-lo fora, Lucas 3:9. Seis meses depois de João iniciar a sua atribuição, Jesus chegando também à idade de 30 anos, entrou em cena na hora de seu batismo em 29 de outubro. João entregou discípulos “preparados” para Jesus a partir de 29 de dezembro, identificando a ele como o grande cordeiro sacrificial da Páscoa que salvaria os primeiros renascidos para Deus por meio da remoção do seu pecado Adâmico hereditário e seus efeitos mortais, João 1:29. Todos estes eventos durante este primeiro “período de geração” formam um roteiro para ser aplicado na atuação de uma segunda geração iniciando em 2029.

(ver  APÊNCIDE 9A  INÍCIO DO MINISTÉRIO DE JOÃO BATISTA). 





SEGUNDA OBRA DE PREPARAÇÃO

A atividade do terceiro Elias prometido por Jesus em Mateus 17: 11-13.


 Em 1998, um salto na compreensão do calendário do Reino teve lugar sob o poder do espírito.  Isso preencheu um padrão de profecia estabelecido 2.000 anos antes, quando Jesus, enquanto no ventre de sua mãe, criou em João uma reação de saltar por um poder especial, enquanto ele também estava no ventre de sua mãe, Lucas 1:41:44. Em 1999, o primeiro entendimento do Grande Jubileu de 50 mil anos e do plano de restauração de 8.000 anos, juntamente com novos anúncios foram postados internet mundial. Luzes foram sendo acesas em lugares escuros, assim como a obra de Elias primeiramente começou a aparecer.

Tudo isto foi conseguido enquanto inteiramente isolado do mundo contaminado das religiões cristãs, é como se veio de uma situação de quarentena no "deserto".  Publicamente, a partir de abril de 2029 até dezembro de 2029, o moderno “João Batista” carregará novamente uma obra importante em nome de Deus.

Ele irá coletar e preparar seguidores como recrutas para do Reino, desta vez não do judaísmo, mas a partir do sistema mundial das religiões cristãs que afirmam ter parte no pacto com Deus no Reino. O moderno João Batista será usado para endireitar os entendimentos enganosos causados por ensinamentos falsos, remover os obstáculos das tradições religiosas do sistema mundial de religiões cristãs, informar as novas diretivas de Deus, suavizar a introdução para a segunda atividade de Messias e sua vindoura coroação, anunciar as boas novas de Deus sobre o Reino vindouro, e sua agenda de salvação da morte.
 
Haverá um ato de preparação similar ao batismo, simbolizando arrependimento pela negligência do contrato do Reino e trazendo mudanças para ações e atitudes erradas? Aqueles que manifestam uma atitude positiva iriam ressurgir com uma consciência limpa para iniciar uma nova vida? Uma vida que leva ao perdão permanente do pecado, pelo renascimento como filhos primogênitos que preenchem as vagas dentro das 144.000 da administração do Reino. O Dia do Senhor está agendado para iniciar em 2029 quando Yhwh tornar sua atenção para os assuntos da Terra e para o sistema mundial das religiões cristãs dos dias modernos, o qual será então inspecionado.









PRIMEIRA OBRA DE PREPARAÇÃO
 

PERÍODO DE 3 A.C. ATÉ 29
 julho 3 AC         janeiro 2 AC    abril 2 AC     outubro 2 AC               abril 29 EC        outubro 29 EC
|    6 meses  |  3 meses |  6 meses  |  29 anos 6 meses |    6 meses    |
__|____________________|______________|_______________|__________________________|____________________|__
| | | | | |
|<------------------ 1 ano 3
meses ---------------->| | |
|<------------------------------------------- 30 years 9
meses- -------------->|<----- 6 meses ---->|
| | | | | |  
Concepção João Concepção Jesus Nascimento João Nascimento Jesus João 30 anos de idade Jesus 30 anos de idade
anunciado como anunciou anunciou a anunciou como começa preparação baptizado por João
Mensageiro Rei de um Reino dar avançada Ungido, trabalho de baptismo ungido por Deus,
como Elias cairia & origem preparação meio de Deus aquelas preparadas pessoas dito por Deus
John recebe energia sobre a poupança de salvar adverte machado está no lugar para ouço a ele
de Jesus do pecado
João aos 6 meses saltou  
no ventre durante o encontro
Poder transferido de Maria

====================================================================================
PLUS 2000 ANOS
  ==================================================================================== 

SEGUNDA OBRA DE PREPARAÇÃO

PERÍODO DE 1998 ATÉ 2029

 julho 1998 AC    janeiro 1999 AC   abril 1999 AC  outubro 1999 AC              abril 2029 EC     outubro 2029 EC
|    6 meses  |      3 meses   |  6 meses  | 29 anos 6 meses   |    6 meses  |
__|___________________|________________|______________|___________________________|____________________|__

| | | | | |
|<------------------
1 no 3
meses ---------------->| | |
|<------------------------------------------------ 30 anos 9
meses ------------>|<----- 6 meses ---->|
| | | | | |
Primeiros anúncios Um salto no Primeiras informações Obra de um terceiro Elias Jesus leva
na forma de livros conhecimento do Reino anunciadas e publicadas começar de público sobre o
de uma vinda alimentado através de na Internet proclamação trabalho de educação
preparação Jesus preparação de candidatos daqueles entregues
Elijah | candidatos  
|<------------------- 1 year 3 months -------------->|
julho 1998 outubro 1999

     




Capítulo 6

TRANSFIGURAÇÃO, UMA ILUSTRAÇÃO EM TRÊS PARTES

No ano de 29, João identifica e verbalmente confirma Jesus como o Messias, o ungido de Deus para a futura realeza. Alguns de seus seguidores se esforçam para se transferir para este Messias, para agarrar a oportunidade do Reino agora disponível, Mateus 11:12. Eles desfrutam do novo vinho dispensado por Jesus e são formados numa organização de odres de vinhos novos, para tornarem-se luzes da verdade, Lucas 5:36-39. Estes eventos do primeiro século novamente formam um padrão para uma situação que se repete no futuro, quando um moderno “João Batista” identifica o retorno do Rei em 2029. Neste tempo, aqueles preparados por João que transferirem mais uma vez recebem o “novo vinho” e separam-se dentro de uma " organização de odres de vinhos novos" tornando-se novamente luzes para o mundo.

No ano 29 E.C., Jesus inspecionou a condição de Israel; ele a encontrou dividida por conflitos religiosos, Mateus 15:6-9. Os judeus haviam invalidado as instruções de Deus pela criação de suas próprias tradições religiosas, ensinando os mandamentos dos homens como suas doutrinas, Marcos 7:13. Isto violou o contrato da nação com Yhwh; toda a situação nacional era inútil para que Deus trabalhasse com ela. Como resultado, Jesus profetizou no ano de 33 que todo o sistema judaico seria destruído porque eles não haviam discernido o tempo em que seriam inspecionados; sua destruição veio à tona em torno de 37 anos mais tarde pelos romanos, no ano de 70, Lucas 19:43-44.

Jesus deu inúmeros sinais relacionados ao fim de uma era ou sistema, alguns sinais intencionalmente aplicados ao sistema judaico do primeiro século, outros, a um sistema mundial mais tarde. Um sinal que pode se referir somente ao fim de um sistema mundial vindouro foi v7 "Além disso, quando ouvirem falar de guerras e notícias de guerras, não fiquem apavorados. Essas coisas têm de acontecer, mas ainda não é o fim" Marcos 13:4-7. Este sinal indicou que antes de uma segunda inspeção e de iniciar o período do fim, seriam identificados guerras e rumores de guerras. Houve duas significantes guerras mundiais, a guerra de 1914-18 e a segunda guerra mundial de 1939-45. Ambas envolveram ou afetaram toda a terra. Toda a humanidade desde então ouviu sobre elas. De acordo com as palavras de Jesus, estas guerras mundiais aconteceriam antes de iniciar o período do fim, no ano de 2029, e são indicadores quanto a sua proximidade.

Quando começar a correr os últimos dias, eles serão identificados por sinais de aumentos significativos nas, rebeliões internacionais, nos terremotos, epidemias e fome, tudo após o início do dia do Senhor. Jesus, como representante de Yhwh, examinará mais uma vez as religiões mundiais que reivindicam pacto com Deus. Elas também têm invalidado seu contrato por causa de suas tradições e doutrinas religiosas feitas por homens. Apocalipse, capítulos 1 até 3, escritos por volta de 96 anos após o fim do sistema judaico, no ano de 70, descrevem a inspeção de sete congregações simbólicas que alegam contratualmente servir a Deus. Sete, na bíblia, significa o número completo, então uma inspeção de sete congregações é a representação de uma inspeção do número inteiro das denominações do sistema mundial das religiões cristãs. De acordo com Apocalipse, Jesus as encontra novamente inutilizáveis. Durante este período de inspeção, 2029 até 2033 Jesus esta recrutando indivíduos para preencher o número de vagas restantes nos 144.000, Apocalipse 6:11.


TRANSFIGURAÇÃO,

Esta visão foi intencionalmente estabelecida para ilustrar a inter-relação de três diferentes obras. As obras de Elias, Moisés e Jesus, todas as três focadas na morte sacrificial de Jesus, Mateus 17:1-9. Isto foi criado deliberadamente para destacar os três estágios que Yhwh usaria para construir sobre a fundação da morte de Jesus Sua nova administração do Reino. Jesus prometeu a alguns de seus discípulos no primeiro século que eles não morreriam antes de verem o Reino vir ao Poder, Marcos 9:1. O Reino conquistou seu poder por meio da morte redentora de Jesus. Por testemunhar a execução de Jesus, estes discípulos viram o Reino ganhando seu poder sobre a fundação de sua morte sacrificial.

O primeiro estágio era uma obra de preparação como a de Elias, realizada por João Batista. A próxima obra, como de Moisés, realizada por Jesus. Moisés tinha deixado muitos padrões prefigurando a obra que Jesus realizaria, Atos 3:22. Ele administrou a primeira páscoa no Egito, colocando o sangue de um cordeiro sacrificado na moldura da porta, o que salvou a vida de todos os primogênitos do sexo masculino de Israel (Êxodo, capítulo 12.). A obra mais importante como a de Moises é assumida por Jesus. Ele oficia uma Páscoa muito mais significante, seu próprio sangue sacrificado como Cordeiro de Deus, João 1:29. O primeiro estágio como o de Elias, realizado por João Batista, o estágio seguinte como de Moisés, realizado por Jesus. O estágio final, a morte redentora morte sacrificial, trazendo o Reino ao poder. Os três estágios progressivos facilitam a adoção de 144.000 humanos nascidos novamente como verdadeiros Filhos de Deus. Estes mesmos três estágios podem ser novamente esperados neste século XX1, a fim de completar o número final das 144,000 pedras vivas do Reino.

SEGUNDA APLICAÇÃO DA ILUSTRAÇÃO DA TRANSFIGURAÇÃO

Pouco antes de outubro de 2029, uma obra reativada de João Batista proclamará ao mundo todo identificando o tempo da segunda presença de Jesus. Um grupo dos dias modernos será preparado e passado adiante para a próxima fase, a obra de educação de Moisés, a partir de outubro de 2029. Esta obra de Moisés completará a coleta das 144.000 pedras viventes remanescentes, trazendo prazo do Novo pacto ao seu fim, na primavera de 2033. Um “dispositivo de camuflagem” é fornecido novamente a estes, mascarando ou neutralizando os efeitos da doença Adâmica da morte. É como se eles morressem para suas antigas vidas infectadas e fossem “nascidos de novo”, absolvidos de seus pecados, Romanos 6:7.

Isto traz a estes uma grande recompensa como Sacerdotes do Rei, porém, também traz grande responsabilidade. Se eles então violarem o contrato, resistindo ou se opondo as condições contratuais do Reino, eles cometem o pecado imperdoável. Tendo utilizado a sua aplicação pessoal da cura resgatadora e sacrificial de Cristo para cancelar seus pecados Adâmicos, seus rebeldes pecados subsequentes tornam-se imperdoáveis, e agora enfrentam a morte permanente, Hebreus 6:4-6.

Com o encerramento do prazo de 2.000 anos do contrato do Reino, em abril de 2033, todos os 144.000 Sacerdotes do Rei terão sido inscritos e selados. A visão da transfiguração é uma maravilhosa ilustração que representa os três passos no ajuntamento dos 144.000 indivíduos selecionados para a administração do Reino.
    
ver também APÊNDICE 25





O MODELO DE TEMPO DE 29 até 33
TEM UMA SEGUNDA APLICAÇÃO EM 2029 até 2033,




1. INICIA O “DIA” DO SENHOR

O primeiro período de atividade de Jesus começou em outubro de 29 quando ele foi batizado. O “dia do Senhor”, ou período, ao qual se refere em Apocalipse 1:10, inicia dois mil anos mais tarde, em outubro de 2029, quando Jesus novamente começa as atividades do Reino. A primeira cena escrita do primeiro século, entre outubro de 29 e abril de 33, tem uma segunda aplicação entre outubro de 2029 e abril de 2033. No início do "dia do Senhor", estes eventos dramaticamente se desenvolvem no céu. Vinte e quatro anciãos, simbolizando o espírito que rege as administrações, ilustrativamente lançam suas coroas, significando a renúncia de suas posições de autoridade celestial. Estes oficiais espirituais que tem governado e supervisionado as vastas extremidades do domínio do espírito, agora renunciam, Apocalipse 4:10-11. Tendo trabalhado com a administração celestial original de Deus por bilhões de anos, neste tempo crítico, são obrigados a entregar suas posições delegadas de autoridade de volta para Deus. Isto cria um caminho para o nascimento de um “filho do sexo masculino” simbolizando o nascimento de um novo sistema administrativo celestial, Apocalipse 12:5.   



2. NASCIMENTO DE UMA NOVA ADMINISTRAÇÃO

Massivas agitações ocorrem no céu à medida que esta nova teocracia do Reino começa a ser estabelecida. Todo o sistema celestial passa por uma reforma completa. O “sinal” de uma mulher no céu com 12 coroas que dá a luz a esta criança do sexo masculino; esta mulher é uma descrição simbólica do grupo dos primeiros ressuscitados dentre os 144.000 que estão, em seguida, esperando para tomar suas posições como reis-sacerdotes Apocalipse 6:9-11. Estes clamam por vingar seu sangue através da administração de julgamento legal do Reino, sob seu legítimo Rei dos reis. Isto é ilustrado por esta mulher que “clamava nas suas dores e na sua agonia de dar à luz”, Apocalipse 12:5, 1 Coríntios 6:2-3. Um forte “ser espiritual” opositor se esforça para usurpar e destruir este novo Reino Teocrático tão logo que ele nasça, Apocalipse 12:4.

3. RESSUREIÇÃO DOS MEMBROS DOS 144.000 DO 1º SÉCULO

Os 144.000 recrutados simbolicamente comem a carne de Jesus e bebem seu sangue. Pelo fato destes selecionados alimentarem-se e energizarem-se do poder do sacrifício de resgate, Jesus pode prometer-lhes de que os ressuscitaria quando o período do “último dia” iniciasse, João 6:53-54. Durante todo o crítico período da geração do primeiro século, estes cumpriram com as condições do contrato do Reino, tornando-se iluminadores dos planos de Deus para o mundo, voluntariamente morrendo mortes sacrificiais.

Depois de este grupo ter estado dormindo na morte por quase 2.000 anos, Jesus aplica o valor de crédito que dá a vida, a partir de seu sacrifício resgatador, para pagar o preço exigido para “comprá-los” da morte através de uma ressurreição especial. Estes primeiros humanos ressuscitados como criaturas espirituais são descritos em Apocalipse como uma “mulher com dor para dar a luz”. Antes de serem coroados como Reis e Sacerdotes, lhes é dito que esperem um pouco até que o número de 144.000 esteja completo, Apocalipse 6:9-11. Uma contagem de cabeças é feita para estabelecer quantas das 144.000 vagas permanecem. Estas vagas então são preenchidas pela compra dos demais selecionados da humanidade deste tempo, aumentando o número até os 144.000 exigidos. Uma vez comprados, estes também agem como luzes para o mundo e sofrerão mortes sacrificiais, assim como seus ungidos irmãos sofreram no primeiro século.



4. GUERRA NO CÉU

Uma guerra total de propaganda contra o Reino irrompe no céu por três anos e meio. Miguel, um nome pré-humano de Jesus, juntamente com seus leais irmãos, anjos ressuscitados, batalham esta guerra contra o dragão e os anjos que o apoiam, Apocalipse 12:7. Os céus estão num estado de turbulência, possivelmente milhões de criaturas espirituais que têm atuado com a estrutura anterior do Reino por bilhões de anos, agora devem tornar-se sujeitas à autoridade desta nova administração.

Cada habitante dos céus torna-se pessoalmente envolvido e afetado por esta mudança. Aqueles que se opõem vão atrás das massas de habitantes espirituais ainda não comprometidos, lançando a mais forte campanha de propaganda que podem reunir contra o Reino, argumentos de guerra com grande publicidade nos tribunais de Deus. É como um rio da boca do Dragão; aparentemente muitos são conquistados, persuadidos para se colocarem contra o Reino. Não pode haver mais ninguém em cima do muro, todos os habitantes do céu têm de escolher se estão do lado da organização no novo Reino de Deus ou contra ela, Apocalipse 12:15. Um grande número de seres espirituais será arrancado de cima do muro e se unirão à oposição, as escrituras confirmam que até um terço dos anjos desertam por sua própria e livre escolha, Apocalipse 12:4.   


5. JESUS E OS PRIMEIROS RESSURRETOS LUTAM A GUERRA DE PROPAGANDA

O Cordeiro e seus irmãos espirituais recentemente ressurretos entram nesta guerra formando uma força invencível de contra-argumento e evidências contra a propaganda dos rebeldes, Apocalipse 12:7. Estas testemunhas ressuscitadas apresentam suas evidências testificando suas próprias e voluntárias mortes sacrificiais humanas. A evidência, baseada na exata verdade apresentada pelo Cordeiro e escrita no sangue dos seus irmãos a ele associados, que sacrificaram suas vidas, conquista a caluniosa propaganda difamatória, Apocalipse 12:10.

Apocalipse 12:11-12 nos fala que eles "venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho deles, e não amaram a própria vida, nem mesmo ao encarar a morte".  E continua dizendo "Por essa razão, alegrem-se, ó céus, e vocês que residem neles! Ai da terra e do mar, porque o Diabo desceu a vocês com grande ira, pois sabe que lhe resta pouco tempo”. Depois de três anos e meio a propaganda da guerra nos céus é vencida; as forças rebeldes opositoras são derrotadas e expulsas dos céus, Apocalipse 12:11-12.


6. A GUERRA TRANSFERE-SE PARA A TERRA

Um terço de todas as criaturas espirituais serão expulsas para a terra por volta de abril de 2033. Eles ainda não terminaram de lutar e agora tornam sua atenção para aqueles da família do Reino, recentemente selecionados, que permanecem na terra, Apocalipse 12:17. A partir de maio de 2033, todas as criaturas espirituais opositoras estarão restritas a uma condição de exílio referida como Tártaro, não são mais capazes de afetar os negócios dos céus, porém, podem afetar aqueles na terra. Este massivo número de exilados agora é forçado a unir-se às fileiras de anjos rebeldes formalmente confinados ao Tártaro uns 2.400 anos antes, no tempo do dilúvio, I Pedro 3:18-20, II Pedro 2:4-5.

7. O REINO COMEÇA A GOVERNAR OS CÉUS.

A recém-estabelecida estrutura do Reino agora começa a governar legalmente todos os domínios celestiais. Eles podem ser corretamente descritos agora como “Novos Céus” para serem governados inicialmente por 1.000 anos por esta nova administração".  Jesus, juntamente com os primeiros ressuscitados, têm recebido suas coroas e tronos no governo do Reino. Os demais que completam os restantes 144.000 são agora todos recrutados e representam os interesses Unido Reino na terra. Em abril de 2033 o Reino inicia seu governo de 1.000 anos. Estes da primeira ressurreição estão agora felizes por estarem instalados como reis e sacerdotes, governando com Jesus por estes 1.000 anos, Apocalipse 20:6. A partir de 2033 toda a oposição está direcionada para os membros remanescentes do Reino que ativamente o representam e o anunciam na terra. A batalha na terra está por começar.









MODELO DE EVENTOS NO PRIMEIRO SÉCULO 29 até 33

           outubro 29                                               abril 33
| |
-------|-------
Finda o pacto de 2.000 anos de Abraão ------->|
| |
|<------------------ 3 ½ anos ----------------------->|
___|______________________________________________________|__
| |
Jesus Batizado e ungido Apresentação de Jesus como Rei
Começa a aceitar seguidores dos discípulos de João fim do pacto de 2.000 anos
disciplinas e ensina-los (obra de Moisés) pacto Abraao



___________________________________________________________________________________

MAIS 2.000 ANOS
   ___________________________________________________________________________________ 

MODELO COBRE EVENTOS NA TERRA 2029 até 2033

        
  
outubro 29 abril 33
  | |

-------|-----
Pacto de 2.000 anos do Reino termina ---------->|
| |
| Remanescentes dos 144.000 são escolhidos e selados |
| |

|<--------------------- 3 ½ anos --------------------->|

__|______________________________________________________|__
| |

Inicia o dia do Senhor Ap 1:10 Jesus coroado Rei dos reis
Remanescentes na terra escolhidos Pacto do Reino encerra após 2.000 anos
e ungidos para posições de Reis/sacerdotes Números do Reino são medidos  
escolhidos primeiramente a partir dos preparados a parte na terra separada
de J/B e transferidos para o veículo de Moisés (2 testemunhas)(2 oliveiras)(2 castiçais)
 Inspeção do Sistema Mundial de religiões cristãs faz um trabalho de testemunha, nações
começa Apocalipse 01:11 - 03:22 começam a pisotear parte da terra, início de
guerra,fome,pragas conforme 42 meses e então mortos Ap 11:5-10
abertos os selos, Ap 6:1-8
___________________________________________________________________________________


GABARITO SOBREPOSICES EVENTOS NO CÉU 2029-2033

outubro 2029 abril 2033
| |
|<---
Mulher é protegida e alimentada 1,260 dias, Ap 12:6 -->|
| |
|
Guerra no céu por tempo,tempos e metade de um tempo,Ap12:14|
| |
|
Miguel e seus anjos (primeiros ressuscitados) batalham |
  | |
|<----------------------- 3 ½ anos ----------------------->|
__|___________________________________________________________|__
| |
Inicia o dia do Senhor, Ap 1:10 Jesus coroado Rei dos reis
céus renunciam, Ap 4:9-11 governo do Reino inicia no céu
  Rolo tomado pelo Cordeiro 144.000 completos com os ressuscitados
Ressuscitam os mortos dentre os 144.000, Ap 6:11 que esperam dentre os 144.000 e os novos
Pede-se que esperem até que o número  
membros selados em membros representativos.
recolhido e selado para preencher 144.000 Total dos 144.000, a Guerra termina
Mulher dá a luz a um filho homem, Ap 12:1-5 O Dragão é lançado para a terra
Dragão tenta atacar a criança
com seus anjos, Ap 12:7-11
Começa a guerra entre Miguel e os anjos, Ap 12:7






Capítulo 7

GUERRA NA TERRA


UMA ILUSTRAÇÃO E COROAÇÃO REAL

Sob a direção de Yhwh, Jesus deliberadamente criou um padrão profético de eventos quando entrou montado em Jerusalém e foi saudado como um rei, João 12:13-15. Este evento estava precisamente escrito para acontecer no dia 10 de Nissan do ano 33, Lucas 19:38-40. Um mapa do tempo estava sendo gravado quando uma importante coroação real ocorreu. Exatamente 2.000 anos depois da apresentação ilustrativa de Jesus como rei em abril do ano 33, este Rei ungido presenteia a si mesmo uma segunda vez, desta vez para ser coroado Rei dos reis e começar a reinar em 2033. Uma vez empossado, ele define sobre a tomada de seus territórios por direito, primeiro os domínios celestiais já limpos, para serem seguidos por todos os territórios da terra dentro de uma geração. E no fim, governar toda a família universal de Deus, a humanos e espíritos, todos os territórios celestiais e físicos. Após o estabelecimento deste Reino em 2033, uma geração final de 40 anos inicia para este sistema da terra. Neste tempo os “tempos determinados das nações” se encerram, um período de 2.000 anos em que Deus permite às nações pisarem na “Jerusalém espiritual” durante seu tempo de construção com pedras humanas, Lucas 21:24. Este pisotear começou em abril de 33 quando a primeira pedra angular humana da “Jerusalém celestial” foi pisoteada até a morte, recebendo o golpe no “calcanhar”, de Gênesis 3:15, 1 Pedro 2:7.

Jesus intermediou um novo pacto superior do Reino. Validado pelo selo legal de seu corpo e sangue sacrificado. Este ofereceu oportunidades para tornar-se parte de uma regência universal através do recrutamento de um número predeterminado de 144.000 indivíduos que assinariam este contrato com o próprio sangue. Todos os 144.000 felizmente oferecem suas “vidas renascidas” em mortes de sacrifício, um compromisso sério, Romanos 6:3-5, Filipenses 1:21 e 3:10, Romanos 8:36-37.


Estas vidas agora assumem um valor muito maior tendo sido absolvidas do seu pecado Adâmico pelo renascimento alcançado pela aplicação de sacrifício resgatador de Jesus, Romanos 6:2 e 7. Suas elevadas vidas incontaminadas agora assumem um valor similar à perfeita vida de Jesus. Quando estes 144.000 morrerem, morrem ilegalmente já que suas mortes adquirem um valor sacrificial positivo e podem ser adicionadas ao valor do sacrifício resgatador de Jesus, Marcos 10:38-39.


Seu valor acreditado, adicionado ao valor de Cristo, possibilita a ressurreição de toda a raça humana, dando a todos uma segunda oportunidade para uma vida melhor. Uma vida não sujeita aos efeitos da doença Adâmica e seu consequente envelhecimento e morte, mas uma real vida eterna. Eles realizam isto como 144.000 sacerdotes, oficiando sob o Sumo Sacerdote Jesus, administrando seus sacrifícios em nome da humanidade.


O PADRÃO DA PÁSCOA

A Páscoa de 33 é a data mais importante na história humana, o eixo central e a chave para todo o plano de 8.000 anos de Deus. A data para a morte de Jesus Cristo foi definida para aquele ano, mês, dia e hora uns 4000 anos antes. Ela foi esboçada na festa original da Páscoa Judaica, guardada anualmente no dia 14 do mês Nissan. No Egito, durante o ano 1514 A.C., Moisés repassou as instruções ditas por Yhwh para usar o sangue de um cordeiro sacrificado a fim de salvar todos os primogênitos machos de Israel.


Marcando os umbrais externos de suas casas, uma bandeira protetora foi criada fazendo com que o “anjo da morte” passasse por suas casas, deixando de infligir a morte a qualquer primogênito que habitasse no interior. Estes primogênitos das famílias dos israelitas mantidos vivos foram reivindicados por Deus como sua propriedade e pertencentes a Ele, Êxodo 13:2, 12-15. Mais tarde foram substituídos homem por homem pelos varões da tribo sacerdotal de Levi, Números 3:12-13. Todos os 22,273 primogênitos salvos foram transformados em sacerdotes, Números 3:39-51. Utilizando este sacerdócio, Moisés administrou o pacto entre Yhwh e Israel.



A GRANDE PÁSCOA MUNDIAL

O papel de um trabalho maior que o de Moisés foi assumido por Cristo. No dia exato ditado por Deus, Jesus executou a “Grande Páscoa”, o importante sacrifício resgatador. Foi providenciado um melhor cordeiro Pascal, o sangue e o corpo de Jesus foram abatidos. Este sangue salva 144.000 “primogênitos” da morte Adâmica que pertencem então a Yhwh, reivindicados como sua propriedade, 1 Pedro 1:3-4,23; Romanos 14:7-8. Jesus validou um Novo pacto, um novo contrato do Reino para os 144.000 primogênitos que passarão a sacerdotes, Hebreus 12:22-24, Apocalipse 7:3,4; 14:3-4; 20:6. Este contrato fornece um mecanismo legal para que estes 144.000 “primogênitos” sejam formados em “pedras espirituais viventes” para a construção de um novo templo espiritual nos céus. Então, estes se tornam poderosos sacerdotes oficiando no templo celestial de Yhwh, não apenas sacerdotes, mas Reis e Sacerdotes, Apocalipse 1:5, 5:10, 20:4.

GUERRA NO CÉU TERMINADA, AGORA MÁ NOTÍCIA PARA A TERRA!

Por volta de abril de 2033 a guerra no céu termina, todos os seres espirituais de oposição são expelidos. Eles tornam sua atenção agora para seus inimigos terrenos, os recentemente indicados representantes do Reino, os remanescentes da composto “semente” de Gênesis 3:15. Estes são os únicos que eles efetivamente podem ter acesso, Apocalipse 6:11. Os novos contratantes do Reino recebem um “dispositivo de camuflagem” que mascara sua doença Adâmica dando efetivamente a eles um renascimento, “papéis de adoção” como Filhos de Deus, e são inscritos como Reis e Sacerdotes no Templo do Reino, Hebreus 12:23. Os seres espirituais rebeldes, um terço da população dos céus numerado em milhões agora restritos ao Tártaro, consideram estes novos recrutas humanos que representam o Reino como arqui-inimigos e fazem guerra com eles, Apocalipse 12:9.


GUERRA NA TERRA


Devido ao período de “Sete Tempos Apontados” da não interferência de Deus nos negócios das nações da terra terminar em abril de 2033, toda a situação muda, Daniel 4:16, Lucas 21:24. Estes recentemente ungidos representantes do Reino na terra experimentam contínuos ataques dos confinados espíritos rebeldes e sua "pisada" no ao longo dos próximos três anos e meio, Apocalipse 11:2, 11:7-11. Eles estão simbolizados em Apocalipse 11, versos 3 e 4 como “duas testemunhas” que vieram por intermédio da obra de Elias e Moisés preparando-os para adoção como Filhos de Deus, herdeiros do Reino, Tiago 2:5

Também como “duas oliveiras” simbolizando estar enxertados na Israel espiritual cultivada por Deus, a oliveira do jardim, Romanos 11:17; 23-24. E “dois castiçais” simbolizando que se tornaram Filhos da luz, brilhando nas questões do Reino. Depois de quase 2.000 anos estas luzes serão novamente acesas por toda a terra, João 12:36, Efésios 5:8, Filipenses 2:15.

Em Apocalipse 13:1-9 estão descritas três “feras selvagens” simbólicas, que promovem guerra com estes representantes ungidos do Reino na terra, os quais depois de quarenta e dois meses são finalmente conquistados por esses "feras Selvagens".  É um tempo de teste até a morte, Apocalipse 13:1-7. Os espíritos rebeldes confinados ao Tártaro são incapazes de lutar fisicamente com estes, está além da sua capacidade restrita. Os espíritos rebeldes confinados ao Tártaro  são incapazes de lutar fisicamente com esses queridos que está além de sua capacidade restringido. Eles precisam recorrer ao uso das armas que estão disponíveis. Dentro deste arsenal estão os governos mundiais simbolizados por várias feras selvagens, as quais podem ser controladas e manipuladas para atacar estes representantes terrenos do Reino. Os  espíritos exilados prontamente fazem uso destas armas terrenas.


Usando-as para atacar os representantes do Reino na terra por três anos e meio enquanto eles cumprem as atribuições do Reino, e finalmente os matam, Apocalipse 11:7-8.
(Um exemplo de manipulação de massa e controle de mente por um poder político mundial através da propaganda pode ser ilustrado pelos obsessivos esforços dos líderes Nazistas para exterminar uma nação inteira. Alguns 300.000 participantes mataram 5,5 milhões de Judeus sob a direção de um ser humano.)



AS ARMAS DA FERA SELVAGEM

Apocalipse 13:1 descreve o conglomerado Sistema mundial de governos representados por uma fera com sete cabeças, três cabeças com dois chifres, o resto das cabeças com um cifre, e em cada chifre tem uma coroa. Esta Besta carrega as características bíblicas descritivas das antigas potências mundiais. Um leopardo simbolizou a Grécia, um urso a Pérsia, um leão a Babilônia, (Daniel 7:2-6). Esta complexa Fera incorpora características animais destes poderes mundiais anteriores que tem evoluído desde a história até o tempo presente. As sete cabeças da Fera simbolizam o número completo das poderosas nações da terra. Os chifres simbolizam o agressivo poder militar destes principais governos nacionais, algumas cabeças tem dois chifres que simbolicamente tem uma medida dobrada do poder militar, muitos controlando estoques de armas nucleares. As coroas simbolizam seus governos durante este período de tempo na história humana.

Apocalipse 13:2-3 descreve como o Dragão, ou Satanás, controla a estrutura mundial dos governos nacionais. Uma das sete cabeças desta Fera sofre um ferimento aparentemente fatal, do qual ela depois se recupera. Qual poder mundial tem recebido uma destruição quase mortal? Quem quer que seja, irá recuperar completamente sua antiga força neste tempo, pois a fera restaurada com todas as 7 cabeças intactas faz guerra com os reis recentemente ungidos de abril de 2033 até outubro de 2036, Apocalipse 13:2-4.


A CABEÇA SE RESTAURA

Uma cabeça que recebeu um golpe que quase a matou como um poder mundial foi uma das feras mais poderosas que já existiu na Terra, o poder mundial nuclear Russo. Em 1992 ele sofreu um golpe mortal, perdeu seu poder militar como fera e a sua influência mundial através da revolução política interna. A Rússia retornará como um jogador com poder de liderança ao cenário mundial assim como a cabeça restaurada da fera, recuperando seu antigo poder e influência mundial, ou será outro? Seja quem for esta cabeça, nós devemos antecipar que ela estará completamente restaurada e recuperará sua antiga posição de poder mundial por volta de Abril de 2033. Quando este evento ocorre, nos é dito que ela irá impor respeito ao resto dos governos mundiais, Apocalipse 13:3-4.


A ARMA DA SEGUNDA FERA SELVAGEM

Apocalipse 13:11-17 prossegue referindo-se a uma segunda fera descrita como “como um cordeiro” com dois chifres. É um poder mundial do tipo de um Cordeiro, ainda animalista, porém mais manso, como um cordeiro, Apocalipse 13:11-17. Uma forma de governo relativamente mais mansa, um governo democrático, pode ser descrito como em comparação a um cordeiro. Formas democráticas mais suaves de governo tem se propagado e se desenvolvido por toda a terra em comparação ao tempo recente (compare o “barro” contrastado com “ferro” de Daniel 2:41-44). Embora sendo mais mansa em sua forma de governo, ainda assim ela é como uma fera, armada até os dentes com armas nucleares e outras armas de destruição em massa. A principal nação democrática como um cordeiro bem poderia ser os Estados Unidos da América. Ela estende sua autoridade através da terra inteira e poderia bem ser descrita como uma fera como que um cordeiro. Além disso, ela suporta uma medida dobrada de poder de fogo militar em seu arsenal nuclear, simbolizado pelos dois chifres. Ela é capaz de fazer com que fogo nuclear caia dos céus, Apocalipse 13:13. E segue profetizando que esta fera como um cordeiro (EUA?) forçará as nações a servir a cabeça restaurada da fera de sete cabeças (Rússia?), Apocalipse 13:12. Será que os EUA promoverão eventualmente a reintegração do poder mundial Russo, como a cabeça restaurada, à sua posição de domínio mundial?


ARMA DA TERCEIRA “IMAGEM” DA FERA SELVAGEM.

Esta terceira “imagem da Fera” obriga todas as nações a apoiar o sistema político mundial e não permitirá que as nações comercializem, a menos que ela carregue a marca de aprovação “666” desta imagem da fera política, Apocalipse 13:18. A segunda fera, como cordeiro, persuade as nações sob seu controle para criar uma imagem representativa do sistema político mundial. Esta imagem da fera espelha o desejo do sistema governamental mundial representado pela primeira fera com sete cabeças. A ONU, ou possivelmente a OTAN parecem de encaixar bem na descrição. Os EUA, a fera como um cordeiro, tem sido quem sopra vida em ambas as organizações da ONU e OTAN, conferindo a elas suporte financeiro e militar, pressionando muitas nações para cooperarem e dar suporte. A ONU manipula os negócios mundiais aplicando sanções contra as nações que se opões às suas decisões enquanto que encoraja o comércio entre nações que cooperam como membros, que carregam a marca oficial 666 desta fera, ao passo que a OTAN manipula seus objetivos militares, Apocalipse 13:18. Estas três, a fera  de sete cabeças, a fera como cordeiro e a imagem da fera serão manobradas para suas posições de ataque.


DUAS TESTEMUNHAS ASSASSINADAS

As “duas testemunhas” de Apocalipse 11:3 se referem às últimas sementes restantes dos 144.000 no estágio de recrutamento do mundo, entre 2029 e 2033, representando o atual Reino governante. A partir de abril de 2033 eles assumem suas funções no Reino tornando-se luzes que brilham no mundo, proclamando as boas novas de que o Reino agora está estabelecido e funcionando, juntamente com severas advertências que afetam o futuro do sistema mundial das religiões cristãs e o sistema mundial por inteiro. Estas transmissões atormentam os rebeldes no Tártaro, que atacam usando as armas das 3 bestas. Uma poderosa ajuda é exigida e providenciada para estes representantes no tempo que eles profetizam eventos em seu trabalho de testemunho mundial enquanto estão sob ataques. Depois de três anos e meio, é concedida a permissão para as armas da besta para derrotá-los, por fim, matando estes por volta de outubro de 2036, su primindo o trabalho do Reino que foi a eles atribuído e novamente apagando as luzes, Apocalipse 11:3-10



Estes que foram sacrificados são rapidamente ressuscitados juntando-se nas fileiras do governo do Reino, eles não precisam dormir na morte antes de serem transferidos para suas posições no Reino, cumprindo a profecia de I Coríntios 15:51-52. Estes também podem agora apresentar o valor creditado de suas próprias mortes sacrificiais no altar de Deus, como parte de seus deveres sacerdotais. Uma pequena parte destes Filhos da Luz que não foram mortos é reativada para cumprir novas diretivas e atribuições do Reino na terra. Por volta de Abril de 2033 o contrato de 2.000 anos do Reino terá encerrado. Por outubro de 2036, a extensão especial de três anos e meio concedida para o sistema mundial das religiões cristãs terá encerrado, e depois disto, esta é abandonada.








2033-2036 NA TERRA
(Mais 2000 anos de 33-36)


      abril 2033                                                        outubro 2036
| |
 |<------------------------ 3 1/2 anos --------------------------->|
O pacto de 2.000 anos | 3 Feras bestas selvagens fazem guerra por 42 meses |
do Reino termina ->| contra os ungidos e os derrotam |
| |
 | |
|
Dragão faz guerra com os remanescentes das sementes |
| por 42 meses, ou 1.260 dias ungidos estão testemunhando |
| |
todas 144,000 |<------ Extensão de 3 anos e meio do pacto para o sistema ------>|
são selecionados ----->| mundial das religiões cristãs |
ate 2033 ___|_________________________________________________________________|_
| |
Jesus coroado Rei dos reis. Queda da Grande Babilônia (Christendom)
Pacto do Reino termina Os ungidos da terra mortos pela besta
Reino é medido e a parte na terra separada, voltam à vida depois de 3 dias e meio
2 testemunhas, 2 oliveiras, 2 castiçais Os ungidos assassinados são ressuscitados
inicia um trabalho de profecia e testemunho e tomam suas posições no Reino Nações pisoteiam na parte terrena como Reis e cerdotes







Capítulo 8
CHAVES DO REINO REUTILIZADAS



DUAS CHAVES DO REINO

Jesus confiou a Pedro duas chaves para o Reino, Mateus 16:18-19. A primeira chave foi utilizada em maio de 33, no Pentecostes, para acessar o Reino, ele abriu oportunidades de entrada exclusivamente para Judeus por um exclusivo período de três anos e meio, Atos 2:1-4, 14, 17, 32-33, 38. Depois de três anos e meio, em outubro de 36, na festa dos Tabernáculos, o festival da colheita, Pedro usa a segunda chave, desta vez para abrir oportunidades de entrada para todos os não-judeus, Atos 10:1-5, 11-46. Duas chaves diferentes para acessar o Reino em diferentes tempos. Uma vez que estas “portas” de acesso foram abertas, elas permaneceram abertas por toda aquela geração do primeiro século. Durantes este período, os que aproveitaram a oportunidade e foram selecionados para adoção como Filhos de Deus tornaram-se luzes para o mundo. Quando esta geração de tempo terminou, as portas se fecharam e conforme os últimos selecionados morreram, as luzes se foram e o mundo entrou em suas eras escuras. O apóstolo João, em respeito ao fim desta geração, confirmou que o acesso aberto ao Reino durante este período do primeiro século estava próximo de se fechar, 1 João 2:18.


SEGUNDA UTILIZAÇÃO DAS CHAVES DO REINO



Será que em maio de 2033, dois mil anos depois de Pedro ter usado a primeira chave em Maio de 33, ela será reutilizada para abrir uma porta de oportunidade exclusivamente para os indivíduos do sistema mundial de religiões cristãs deste tempo, a fim de completar as vagas de membros restantes dos 144.000? Apocalipse 6:11. O ressuscitado guardião da chave, em 2033, irá se envolver em abrir esta primeira porta de acesso novamente para aqueles do sistema mundial de religiões cristãs que desejam passar por ela? Três anos e meio mais tarde, em outubro de 2036, a segunda chave pode ser reutilizada para uma segunda colheita. A reutilização desta segunda chave poderia abrir oportunidades para pessoas de todas as nações e origens para que se tornem cidadãos terrenos do atual governo do Reino em vigor, formando um grande grupo de outras ovelhas, João 10:16, Apocalipse 7:9-17.




Primeira vez que a chave do Reino é usada

   
 
Apresentação ilustrativa de Jesus Pedro usa a 2ª chave
como Rei em Jerusalém para abrir a porta do Reino para toda a raça humana
cria um mapa do tempo no festival de Tabernáculos segunda colheita
ramos de palmeira agitados Ramos de palmeira agitados
abril 33 outubro 36
| |
 |<------------------------- 3 1/2 anos -------------------------->|
| |
|<--- 3 anos e meio de extensão do pacto em relação aos judeus -->| 
| |
___|_________________________________________________________________|_ -->| Portas fechadas
| | | depois de uma geração
|
|
Maio de 33
Pedro usa a 1ª Chave
 para abrir a porta do Reino para judeus
no Festival de Pentecostes
Primeiros frutos da colheita


     
2.000 anos depois as chaves do Reino são utilizadas uma segunda vez


    Verdadeira coroação de Jesus                             Pedro usa a 2ª chave novamente?        
como Rei dos Reis abre a porta de oportunidade do Reino para toda a raça humana
mais 2.000 anos para permitir o início da colh eita reunião de uma
no mapa do tempo grande multidão de cidadãos terrenos do Reino
abril de 2033 outubro 2036
| |

 |<------------------------- 3 1/2 anos -------------------------->|

| |
|<------ 3 anos e meio de extensão do pacto em relação ao ------->|
  | Sistema mundial de religiões cristãs |
| |
___|_________________________________________________________________|-> Porta aberta para um
 | | |
geração a se reunir
| em outras ovelhas
|
mai 2033
 
Pedro usa a 1ª Chave novamente?
para abrir a porta do Reino para
Pessoas do Sistema mundial de religiões cristãs

 





UMA SEGUNDA JERUSALÉM ABANDONADA

JERUSALÉM ABANDONADA

Mateus 23:38 grava as palavras de Jesus “Vossa casa vos fica abandonada” direcionadas ao templo em Jerusalém, representando a religião judaica, Mateus 23:38. Em Daniel 11:17, Jerusalém, ou melhor, o sistema religioso judaico está simbolicamente descrito como uma “mulher” levada à ruina, Daniel 11:17. Antes de Deus abandonar o sistema religioso judaico, Ele concedeu um período de pagamento de três anos e meio exclusivamente para os judeus como benefícios do agora amadurecido pacto de Abraão. Esta extensão exclusiva terminou em outubro de 36.


O sistema judaico foi destruído mais tarde, com respeito ao fim do período de “geração”, pelos romanos. Yhwh tinha abandonado o sistema judaico em favor da uma nova casa do templo do Reino, sua construção agora está bem encaminhada, a pedra angular foi posta e milhares de pedras viventes da construção já foram coletadas.


UMA SEGUNDA JERUSALEM ABANDONADA

Apocalipse 17:3-6, escrita uns 20 anos depois da destruição de Jerusalém, se refere a uma segunda Jerusalém como uma “mulher” com o nome de “Grande Babilônia”, “a mãe das prostitutas e das coisas repugnantes da terra”, Apocalipse 17:3-6. Esta “mulher” também é abandonada (caída) por Deus, Apocalipse 18:2.

Como Yhwh abandonou Jerusalém, em outubro de 36, então o Sistema mundial das religiões cristãs, sob o nome descritivo “Grande Babilônia” também é abandonado 2.000 anos depois, exatamente pelas mesmas razões. O Sistema mundial das religiões cristãs é rejeitado por Deus por sua posição tolerante do pacto, culpado do mesmo crime por invalidar as instruções de Deus, ensinando mandamentos de homens bem como suas doutrinas, Apocalipse 18:2,4-5. O Sistema mundial das religiões cristãs então espera por sua destruição final, no final do período de uma geração, pela potência mundial controladora, em 2070. Dois mil anos depois que Jerusalém foi destruída pelo então controlador poder mundial romano.


RECRUTAMENTO DOS CIDADÃOS DO REINO

A segunda chave, reutilizada depois de 2.000 anos, abre uma porta de oportunidade para uma grande multidão de cidadãos terrenos do Reino a partir de 2036. Por toda esta geração final paralela, os remanescentes da terra dos 144.000 membros do Reino convidam muitos para se tornarem cidadãos do Reino e juntam-se a estes verdadeiros judeus espirituais, as luzes que iluminam o mundo, Zacarias 8:23. Sua ligação possibilita que uma grande multidão sobreviva ao período final dos grandes desastres mundiais (tribulações), Apocalipse 7:14.

Este período de desgraça catastrófica mundial é tão severo que, se deixado correr em seu curso, toda a vida humana seria destruída. Ele é abreviado a fim de preservar vivos aqueles Reis/Sacerdotes que permanecem na terra. Estes remanescentes se tornam como uma arca de segurança para proteger esta grande multidão que se ligou a eles de ser destruída, Mateus 24:22. Isso efetivamente separa a população mundial em dois grupos, descritos como aqueles do lado direito, e o restante no esquerdo, Mateus 25:32. Toda a população da terra é separada na base conforme sua reação em relação aos representantes do Reino na terra. Será que eles lutarão contra eles ou se unirão e darão apoio a eles?

Bem no final de seu ministério, Jesus se referiu à esta separação em uma de suas parábolas ilustrativas, num registro de Mateus 25:31 ele diz “Quando o Filho do Homem vier na sua glória, e com ele todos os anjos, então se sentará no seu trono glorioso". Isto determina o tempo, seguindo sua coroação quando ele se assenta no trono, a partir de 2033. Então, v32 "Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará as pessoas umas das outras, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. v33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à sua esquerda". Esta separação de toda a população da terra ocorre durante o período da geração final.

Continuando, Jesus diz no v34 “O Rei dirá então aos à sua direita: ‘Venham vocês, abençoados por meu Pai, herdem o Reino preparado para vocês desde a fundação do mundo. v35  Pois fiquei com fome, e vocês me deram algo para comer; fiquei com sede, e vocês me deram algo para beber. Eu era um estranho, e vocês me receberam hospitaleiramente; v36  estava nu, e vocês me vestiram. Fiquei doente, e vocês cuidaram de mim. Eu estava na prisão, e vocês me visitaram.’ v37  Então, os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando foi que o vimos com fome e o alimentamos, ou com sede e lhe demos algo para beber? v38  Quando o vimos como um estranho e o recebemos hospitaleiramente, ou nu e o vestimos? v39  Quando o vimos doente ou na prisão e fomos visitá-lo?’ v40  O Rei lhes dirá, em resposta: ‘Eu lhes digo a verdade: O que vocês fizeram a um dos menores destes meus irmãos (representantes Reino), a mim o fizeram". Estes queridos herdam as oportunidades do Reino porque apoiam os irmãos de Jesus que representam a administração do Reino.
 
Mateus 25:41 continua a dizer “Então dirá aos à sua esquerda: ‘Afastem-se de mim, amaldiçoados; vão para o fogo eterno preparado para o Diabo e seus anjos. v42  Pois fiquei com fome, mas vocês não me deram nada para comer; e fiquei com sede, mas vocês não me deram nada para beber. v43  Eu era um estranho, mas vocês não me receberam hospitaleiramente; estava nu, mas vocês não me vestiram; doente e na prisão, mas vocês não cuidaram de mim.’ v44  Então eles também responderão: ‘Senhor, quando foi que o vimos com fome, ou com sede, ou como um estranho, ou nu, ou doente, ou na prisão, e não o servimos?’ v45  Então ele lhes responderá: ‘Eu lhes digo a verdade: O que vocês não fizeram a um destes menores, a mim não o fizeram". Estas bilhões perdem as oportunidades de cidadania do Reino porque negligenciam em acudir ou cuidar dos representantes do Reino, muitos ainda se opondo a eles. v46 "Estes partirão para o decepamento eterno; mas os justos, para a vida eterna" Este verso é uma tradução ruim do original grego, uma tradução mais precisa do v46 esclarece a situação. V46 "estes partirão, restringidos a partir de vida (Kolasin) a partir  do em ir  'Era'  (aionion), mas os justos continuando a viver na em do em ir  'Era'  (baseado na tradução Westcot & Hort).

A palavra grega “Kolasin” traduzida como “decepamento eterno” é melhor traduzida como “restringido de vida”, decepado em morte da seguinte era de 1.000 anos, o mesmo período de 1.000 anos que o Diabo e seus anjos são cortados ou selados de fora, Apocalipse 20:1-3. Os justos ou justificados permanecem vivos no próximo período da era de 1.000 anos do Reino.


Mat 25:46  καὶ    ἀπελεύσονται      οὗτοι       εἰς              κόλασιν                        αἰώνιον,                     οἱ                 δὲ                  δίκαιοι           εἰς     ζωὴν       αἰώνιον.
Mat 25:46  =  kai     apeleusontai       outoi       eis              kolasin                         aiōnion                       oi                 de                  dikaioi           eis     zōēn        aionion
Mat 25:46  = And - will go away -these ones - into -  restrained from (cut off) - the on going age -  more over - the others - the righteous ones- into - living - in the ongoing age
Mat 25:46 =    E  -   irão embora   –   estes  –   em – restringidos de (decepados) – a era contínua além disso    – os    –      justos         em m     –    viver     –    na “era” contínua

                                                                                                            

Então, dependendo como os indivíduos reagem perante os representantes do Reino remanescentes na terra durante este período de geração determinará o seu futuro. Eles permanecem vivos durante a guerra do Armageddon (os justos) e entram na nova era como cidadãos positivos do Reino ou são decepados, na morte, pelo próximo período de 1.000 anos.







ARMAGEDDON

THE ARMAGEDDON WAR
A GUERRA DO ARMAGEDDON

A fera política mundial de 7 cabeças, sua imagem (ONU) e a fera falsa profeta (EUA) todos resistem ao Reino. A partir de 2070, através do seu atuante Rei dos reis, luta a guerra do Armageddon contra as nações do mundo, Apocalipse 19:15-21. Estas organizações terrenas são destruídas enquanto ainda funcionando, jogadas simbolicamente num lago em chamas, uma descrição bíblica para a destruição total, Apocalipse 16:14,16. O restante da humanidade é morta com a espada daquele no cavalo branco. Uma vez realizado, os territórios de toda a terra serão assumidos pelo Reino e povoados pelos sobreviventes do Armageddon.


VÍTIMAS DO ARMAGEDDON ENTRAM NO “SONO DA MORTE”

Note que Apocalipse não diz que estes indivíduos mortos com a espada daquele no cavalo branco são lançados no lago de fogo para serem destruídos para sempre, como acontece com o sistema político, diz que todos eles são “mortos”. Bilhões morrem, mortos para um estado de “sono da morte” da humanidade, do qual eles são aptos para receber uma segunda chance de ressureição. Esta ressureição para todos os injustos ocorre no fim dos 1.000 anos de governo do Reino, Apocalipse 20:5, João 5:28-29, Atos 24:15 e I Coríntios 15:22-24.

Ninguém que morre pela mão de Deus perderá totalmente suas vidas; a todos eles é dada uma segunda oportunidade. A morte é a penalidade da contaminação Adâmica, eles pagaram a penalidade, e o mecanismo da ressureição fornece a estes bilhões de injustos da humanidade uma oportunidade para escolher racionalmente quem eles apoiam. É enquanto exercem sua livre “escolha” após a ressureição que suas ações serão julgadas, Romanos 6:7. Jesus comprou para “toda” a humanidade esta oportunidade para uma segunda chance para uma vida ressurreta quando ele apresentou a si mesmo como um correspondente resgate para todos, I Timóteo 2:4-6.

Uma vez que a guerra do Armageddon termina, os únicos sobreviventes na terra serão os representantes remanescentes ungidos do Reino acompanhados por uma “grande multidão” ajuntada a eles. Estes prestaram atenção aos avisos para sair e separar-se das organizações religiosas e políticas e então evitar ser destruído juntamente com eles. Eles provam os leais cidadãos apoiadores do Reino e os verdadeiros teocratas. Todas as organizações políticas, nacionais e religiosas feitas por homens terão sido removidas, todos os espíritos rebeldes encarcerados durante o governo de 1.000 anos, Apocalipse 20:1-2.


TERRITÓRIOS DO REINO NA TERRA

Uma geração após o Reino começar a governar os céus, ele assume todos os territórios da terra. Ele agora governa toda a criação sem oposição. A “grande multidão” dos sobreviventes do Armageddon se tornam o núcleo de uma nova população terrena, sujeita ao novo governo do Reino celestial. Pode-se dizer que agora há “novos céus e uma nova terra”, 2 Pedro 3:13. Há uma evidência bíblica que sugere que as condições benignas pré-dilúvio serão restauradas pela reconstrução em torno da Terra de um dossel de água suspenso, Gênesis 1:6-7. Pedro se refere ao romper deste dossel de água suspenso e sua descida para a terra como um “dilúvio” que destrói o mundo, 2 Pedro 3:5-13. Então ele diz que a presente terra e sua atmosfera terminarão pelo fogo e calor intenso para serem seguidas de uma nova estrutura e atmosfera terrena.

O próximo evento agendado será a ressureição dos “justificados” que se juntaram aos sobreviventes do Armageddon. Pelos últimos 6.000 anos da história da humanidade, estes têm apoiado e manteve-se leais ao regime teocrático de Deus, antes de morrerem. Eles agora recebem seu prêmio justificado, uma privilegiada ressureição “antecipada” para a vida humana sob o governo de 1.000 anos do Reino, esta ressureição “melhor” é melhor por que ela é 1.000 anos antes que a ressureição da humanidade injustificada, Hebreus, 4:1-11.



UMA RESSUREIÇÃO MELHOR 

Através da história, indivíduos leais a Yhwh tem sido abusados. Explicando porque eles foram preparados para aguentar isto, Hebreus 11:35 diz: “A fim de alcançar uma melhor ressureição” (Reciprocamente Hebreus 11:35 sugere que há também uma ressureição inferior). Deus tem planejado promover 144.000 humanos selecionados para posições celestiais como Reis/sacerdotes a fim de tornar possível esta ressureição “melhor”, Hebreus 11:39-40. Estes Reis  Sacerdotes tem a autoridade e o poder de aplicar o sacrifício resgatador de Jesus juntamente com os sacrifícios de seu próprio sangue. Este é o planejamento que permite uma ressurreição “melhor” para estes leais.

Pelos últimos 6.000 anos da história humana muitos têm provado durante suas vidas o apoio e lealdade ao regime teocrático de Deus. Eles recebem sua recompensa justificada, uma privilegiada ressurreição “antecipada” para a vida  humana durante os 1.000 anos do governo do Reino. Depois do Armageddon estes recebem esta ressureição “melhor”, Daniel é um exemplo, Lázaro é outro, Daniel 12:13, João 11:24. Uma vez ressuscitados, eles se unem à “grande multidão” do Armageddon de leais sobreviventes terrenos fazendo uma única nação de cidadãos sob o governo do Rei dos reis. Esta privilegiada e “melhor” ressurreição é antecipada à ressurreição geral da humanidade em 1.000 anos, então uma ressurreição bem melhor, Hebreus 4:1-11.



TEMPLO COMPLETADO

Depois desta “melhor” ressurreição terrena, é possível que os reis ungidos remanescentes na terra sejam transferidos para a organização do templo do Reino, cumprindo a profecia de I Coríntios 15:51, I Tessalonicenses 4:17. Este templo, feito de seu Alto sacerdote e 144.000 sacerdotes, administra as diretivas de Deus por toda a era de 1.000 anos do Reino e continua no próximo Grande Jubileu de 1.000 anos.



RETORNO DE UMA TERRA PARADISÍACA
 
O Jardim do Éden original foi um território exemplar do alto padrão que Deus determinou para ser desenvolvido para toda a terra. Sob o governo do Reino a terra será remodelada para este padrão, Apocalipse 22:1-2. Todos os habitantes da terra serão elevados para o padrão estabelecido tornando-se filhos de Deus, trazendo-os de volta para Sua família. Cada cidadão terá uma participação na aplicação dos recursos da terra para sua reconstrução. O tempo original de 7.000 anos para este fim, agora foi reduzido para 1.000 anos devido às interrupções da rebelião. No entanto, o reinado do Reino garantirá que seja completado a tempo no final destes 1.000 anos. Todos os projetos atribuídos foram concluídos, elevando todas as coisas ao padrão aprovado por Deus.

O Rei finalmente pastoreará todos os habitantes da terra até as simbólicas árvores da vida. Os habitantes da terra serão elevados à perfeita condição e aptos para receber a recompensa da vida eterna, a imperfeição terá sido erradicada. Os habitantes da terra finalmente se alimentarão das simbólicas árvores da vida e nunca precisarão morrer, João 11:25-26, Gênesis 3:24. A vida eterna é, e sempre foi o estado para os “Filhos” de Deus, Romanos 5:21, 6:23. Depois de 1.000 anos de governo, o Rei dos reis devolve o controle para seu Deus em 3033, I Coríntios 15:24-28. Agora segue um único dia de Grande Jubileu de 1.000 anos.


O GRANDE JUBILEU SE INICIA

A partir de 3033 segue um período de 1.000 anos de Grande Jubileu durante o qual o processo judicial universal sobre o  "Direito à regra"  terá o veredito finalmente estabelecido. Evidências e decisões judiciais serão colocadas em registros, as quais poderão ser invocadas em qualquer data futura para resolver todas as questões que podem ser novamente levantadas. Pelos últimos 6.000 anos confiáveis testemunhas de defesa têm acumulado evidências positivas com relação a estas questões. Todos os humanos que exercem o livre arbítrio precisam escolher suas posições em relação a esta questão universal. A evidência vindica o direito de Deus de governar, todo governos  da humanidade provou resultar em um fracasso doloroso e miserável.

Durante o reinado de 1.000 anos do Reino escolhas positivas terão sido feitas por milhões dentre quatro grupos de indivíduos leais:

1. Aqueles da população do Espírito que durante a guerra no céu escolheram a lealdade ao Reino no tempo de sua instalação
2. Os 144.000 recrutas que permaneceram leais, servindo a Deus até suas mortes.

3. “Uma grande multidão” de sobreviventes terrenos do Armageddon que confirmaram lealdade apoiando e associando-se com os representantes do Reino
.

4. Aqueles leais indivíduos “justos” que serviram a Deus por toda a história da humanidade receber, mais cedo, sua melhor ressurreição para a terra.
 

Todos destes milhões provaram lealdade a Deus por ações, eles foram legitimamente incluídos dentro da família de Deus. Mas ainda restam bilhões que ainda não escolheram!


RESSURREIÇÃO DOS “INJUSTOS”

Durante toda as gerações passadas da humanidade, cobrindo 6.000 anos, bilhões de humanos, incluindo as vítimas do dilúvio e do Armageddon, morreram e permanecem dormindo na sepultura. Eles são descritos como “injustos” não tendo feito nada “certo” do ponto de vista de Deus para seu crédito. O sacrifício resgatador de Jesus comprou “toda” a humanidade. Estes injustificados recuperam a vida bem no fim do reinado de 1.000 anos do Reino, Apocalipse 20:5, I Timóteo 2:6, I Coríntios 15:22­-24. Eles são ressuscitados na terra para um período de julgamento, João 5:28. São absolvidos do pecado Adâmico e pessoal tendo sofrido a penalidade da morte, Romanos 6:7. Este grupo negativo é o último a ser ressuscitado, I Coríntios 15:23.

A ação final que o Rei realiza ao final deste reinado de 1.000 anos é levar a morte Adâmica ao final, retirando todos estes bilhões de humanos restantes a partir do segurar da morte. Durante o próximo Grande Jubileu de 1.000 anos é dada a estes sua segunda chance de resgate para que escolham o fiel acampamento teocrático ou o acampamento dos rebeldes independentes. Eles são então tratados de acordo com suas ações e escolhas depois da ressurreição. Somente alguns poucos  humanos não receberão nenhuma ressurreição, os Filhos de Deus na terra que deliberadamente se rebelaram e que foram uma vez adotados como filhos e o primeiro Filho de Deus na terra. Estes tem cometido o pecado imperdoável, o resgate não pode cobrir estes, Mateus 12:31-­32. Para todos os outros ele pode.


CADA UM DEVE ESCOLHER

Estes bilhões na massa de humanos “injustos” serão ressuscitados com corpos físicos perfeitos capazes de sustentar a vida indefinidamente, entretanto, suas mentes e corações serão os mesmos. Surpreendentemente mesmo depois de experimentar a ressurreição, muitos recusarão mudar suas atitudes negativas ou opositoras, o que irá leva-­los para suas mortes permanentes simbolizadas por Gehenna (segunda morte), Mateus 23:33. Durante o Grande Jubileu de 1.000 anos cada um manifestará livremente seu desejo, a favor ou contra a teocracia de Deus. Os espíritos adversários liberados tentarão novamente influenciar negativamente suas escolhas, como foi 1.000 anos antes, quando a população do reino espiritual foi exposta à sua propaganda. Os mesmos argumentos de oposição do tema “independência é melhor que sujeição a Deus”, apelando para uma motivação egoísta, serão lançados mais uma vez nos habitantes da terra em tudas as suas formas pelos mesmos espíritos inimigos de de Yhwh.


GRANDE GUERRA FINAL

Apocalipse 20:1-3 descreve eventos que seguem a liberação de Satanás do seu aprisionamento de 1.000 anos no abismo no final do reinado de 1.000 anos do Reino, Apocalipse 20:1-3, 7-10. Parece que a maioria dos ressurretos injustificados serão atraídos pelos mesmos antigos desejos egoístas, manifestando oposição. A população da Terra se dividirá em seus respectivos acampamentos, espíritos rebeldes, juntamente com bilhões de humanos da oposição, manifestando ódio aos leais teocratas e novamente fazendo guerra contra eles, Apocalipse 20:7-9. As agências de execução legais e legítimas de Deus agora intervêm. Satanás e todos os espíritos rebeldes são permanentemente destruídos. Os bilhões de rebeldes da terra que agora cometem o “pecado imperdoável” encaram a única eventualidade possível, a segunda morte. Eles são sentenciados à execução, descrita como a entrada no lago de fogo, Gehenna, permanentemente removidos no simbólico “lago de fogo” para todo o tempo, Apocalipse 20:15.


O CICLO DO JUBILEU DE 50.000 ANOS SE ENCERRA

Com o fim do Jubileu de 1.000 anos em 4033, todas as fases do plano criativo original terão sido cumpridas. O 7º dia do descanso da criação, de 7.000 anos de duração, é seguido pelo Grande Jubileu de 1.000 anos, cobrindo 8.000 anos, compõe o plano de restauração de Deus. O ciclo de 50.000 anos chegará a sua concretização. Os futuros planos criativos de Deus agora podem ir adiante com uma família cheia de leais Filhos testados e provados, espíritos e humanos. Estes irão desfrutar da perspectiva de maravilhas inimagináveis que ainda não foram testemunhadas, 1 Coríntios 2:9 diz “O olho não viu e o ouvido não ouviu, nem foram concebidas no coração do homem as coisas que Deus preparou para os que o amam”. Você será parte disto?
 






RESSURREIÇÃO EM MASSA DOS INJUSTOS
A GUERRA FINAL, ENCERRA O CICLO DO GRANDE JUBILEU DE 50.000 ANOS

    O Reino     O Reino               Autoridade                    Fim do
  assume assume se entregue ciclo de

o governo o controle a Deus de 50.000 anos
 
no Céu da Terra Grande Jubileu

2033 2070/73 3033 4033
| | | |

|<--------- 1,000 anos ---------->|<-Grande Jubileu dia 1.000a->|
 | | | |

  |
Regência do Reino partir dos Céus | Deus Governa |
 | 2070/73 | |

_|<-- uma-->|_______________________|_____________________________|__

  |
Geração | | | | |
 |
Apocalipse| Massa/Ressurreição->|*| Guerra final toda oposição |
  | 17:14 | |
justificadamente removida |
  | 2070/73 | |
  |
| |
  |
Reino Governa sobre a terra |
|
  | < 1,000anos
menos 40anos >|<----------1,000 anos ------>|
  2033 3033 4033

  ---------------------- ciclo do Jubileu de 50.000 anos --------------->|
 


     





E AGORA?

Os eventos mais emocionantes de sempre a acontecer estão prontos para ocorrer.  Nós estamos vivendo no início dos desenvolvimentos que permanecerão como monumentos na história por todos os tempos. A operação do espírito “ajudador” logo se tornará evidente, corrigindo erros, esclarecendo eventos, revelando novas coisas. “E agora?” Busque e identifique o veículo de preparação do segundo João Batista que anuncia os eventos prestes a começar na terra, Lucas 3:4-5. Prepare-se para a revelação do Reino de Deus. Esteja preparado para os eventos que virão, Atos 1:4-5, João 14:16-19. Todas as pessoas de boa vontade para com Deus são encorajadas a adquirir entendimento, Mateus 13:45-46. Nós temos a promessa de que o verdadeiro conhecimento bíblico se tornará abundante, Daniel 12:4. Nós podemos diligentemente buscar a revelação dos Filhos de Deus que logo caminharão novamente na terra, Mateus 24:45-47. A pergunta que precisamos fazer é ‘como eu posso mostrar minha lealdade a Deus? O que posso fazer para provar isso e entrar na fila para as oportunidades do Reino?





Nota de rodapé
A representação hebraica do nome de Deus (o Tetragrama) com as letras YHWH foi utilizada. Acreditasse que durante os séculos III e IV o nome foi gradualmente substituído por Senhor ou Deus pelos primeiros tradutores das cópias. Isto seguia o selo de aprovação do estado romano sobre as doutrinas da trindade. Estas mudanças favoreceram fortemente a doutrina da trindade confundindo as entidades de Deus Yhwh com Jesus. Para remover esta confusão e esclarecer o entendimento das escrituras originais, as palavras Yhwh foram inseridas. Ao ler a compilação o leitor pode escolher qual representação para ler, Yhwh, Yahweh, Yahveh ou Jeová.

Este trabalho é completamente independente de qualquer denominação, igreja, organização ou grupo de religiões existentes.

Email  info@bibletimeprophecies.info

Further information   www.bibletimeprophecies.info










Romanos 5:12
"É por isso que, assim como por meio de um só homem o pecado entrou no mundo, e a morte por meio do pecado, e desse modo a morte se espalhou por toda a humanidade, porque todos haviam pecado"
 
1 Corintos 15:21-22
"
Pois, visto que a morte veio por meio de um homem, a ressurreição dos mortos também vem por meio de um homem. v22 Porque, assim como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos receberão vida.

Gênesis 3:15
"E porei inimizade entre você e a mulher, e entre o seu descendente e o descendente dela. Este esmagará a sua cabeça, e você ferirá o calcanhar dele.”

Romanos 4:11-13
"E ele recebeu um sinal, isto é, a circuncisão, como seloda justiça resultante da fé que tinha enquanto era incircunciso, para que ele fosse o pai de todos os que têm féenquanto são incircuncisos, a fim de que se creditasse justiça a eles; v12 e para que ele fosse pai de descendência circuncisa, não só dos que praticam a circuncisão, mas também dos que andam nas pisadas da fé que nosso pai Abraão tinha enquanto era incircunciso. v13 Porque não foi por meio da Lei que Abraão ou sua descendência receberam a promessa de que ele seria herdeiro de um mundo, mas foi por meio da justiça resultante da fé".
 
Gálatas 3:16
"Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. As Escrituras não dizem “e aos seus descendentes”, como se fossem muitos. Em vez disso, dizem “e ao seu descendente”, indicando um só, que é Cristo."

Romanos 5:15-19
Mas a dádiva não é como a falha. Pois, se pela falha de um só homem muitos morreram, quanto mais a bondade imerecida de Deus e a sua dádiva por meio da bondade imerecida de um só homem, Jesus Cristo, transbordaram para muitos! v16  Também não se dá com a dádiva o mesmo que se deu por meio daquele que pecou. Pois o julgamento que veio depois de uma única falha foi a condenação, mas a dádiva que veio depois de muitas falhas foi uma declaração de justiça.v17 Pois, se a morte reinou por meio de um só homem pela falha dele, quanto mais aqueles que recebem a abundância da bondade imerecida e da dádivad a justiça reinarão em vida por meio de um só, Jesus Cristo! v18 Portanto, assim como uma só falha resultou em pessoas de todo tipo serem condenadas, assim também um só ato de justificação resulta em pessoas de todo tipo serem declaradas justas para a vida.  v19 Pois, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos serão feitos justos.
 

João 5:28-29
"Não fiquem admirados com isso, pois vem a hora em que todos os que estão nos túmulos memoriais ouvirão a voz dele v29 e sairão: os que fizeram coisas boas, para uma ressurreição de vida; e os que praticaram coisas ruins, para uma ressurreição de julgamento".
 
Mateus 12:31-32
“Por essa razão, eu lhes digo: Todo tipo de pecados e blasfêmias será perdoado aos homens, mas a blasfêmia contra o espírito não será perdoada. v32 Por exemplo, quem falar uma palavra contra o Filho do Homem será perdoado; mas quem falar contra o espírito santo não será perdoado, não, nem neste sistema de coisas, nem no que virá.
 

Gênesis 2:2-4
"No sétimo dia Deus havia terminado a sua obra, e ele passou a descansar, no sétimo dia, de toda a obra que fez. v3 E Deus abençoou o sétimo dia e o declarou sagrado, pois neste dia Deus tem descansado de toda a obra que criou, de tudo que ele decidiu fazer. v4  Esta é a história dos céus e da terra no tempo em que foram criados, no dia em que Yhwh Deus fez a terra e o céu.

Gênesis 1:28
"
Além disso, Deus os abençoou e Deus lhes disse: “Tenham filhos e tornem-se muitos; encham e dominem a terra; tenham domínio sobre os peixes do mar, sobre as criaturas voadoras dos céus e sobre toda criatura vivente que se move sobre a terra.”

Gênesis 2:4
"
Esta é a história dos céus e da terra no tempo em que foram criados, no dia em que Yhwh Deus fez a terra e o céu."
 
Hebreus  4:1-11
"Portanto, visto que ainda resta uma promessa de entrar no descanso dele, tenhamos cuidado para que nenhum de vocês seja considerado indigno dela. v2 Pois as boas novas foram declaradas também a nós, assim como a eles; mas a palavra que eles ouviram não os beneficiou, porque não foram unidos pela fé com aqueles que realmente escutaram. v3 Pois nós, os que exercemos fé, entramos no descanso, do qual ele disse: “Então jurei na minha ira: ‘Não entrarão no meu descanso’”, embora as obras dele estivessem terminadas desde a fundação do mundo. v4 Porque em certa passagem ele disse o seguinte sobre o sétimo dia: “E Deus descansou no sétimo dia de todas as suas obras”, v5 e disse também: “Não entrarão no meu descanso.” v6 Portanto, visto que resta que alguns entrem nele, e aqueles a quem as boas novas foram declaradas primeiro não entraram por causa da desobediência, v7 ele determina novamente um dia por dizer “hoje” muito tempo depois no salmo de Davi; como foi dito acima: “Hoje, se vocês escutarem a voz dele, não endureçam o coração.” v8 Pois, se Josué os tivesse conduzido a um lugar de descanso, Deus não teria depois falado de outro dia. v9 De modo que resta um descanso sabático para o povo de Deus. v10 Porque o homem que entrou no descanso de Deus também descansou das suas próprias obras, assim como Deus descansou das obras dele. v11 Assim, façamos o máximo para entrar nesse descanso, a fim de que ninguém caia no mesmo padrão de desobediência.

Levitico 25: 20-22
“‘Mas, se vocês disserem: “O que comeremos no sétimo ano, se não podemos semear, nem recolher as nossas safras?”, v21
saibam que enviarei a minha bênção para vocês no sexto ano, e a terra dará uma safra suficiente para três anos. v22 Então vocês semearão no oitavo ano e comerão da safra antiga até o nono ano. Vocês comerão da safra antiga até a chegada dessa safra.
 
Gênesis 12:3 & 22:18
vs 12:3 "
...,e todas as famílias da terra certamente serão abençoadaspor meio de você.”
vs 22:18 "
E todas as nações da terra obterão para si uma bênção por meio do seu descendente, porque você escutou a minha voz.’”
 
Gênesis 22:1-12
"
Depois disso, o verdadeiro Deus pôs Abraão à prova e lhe disse: ... v2 Então ele disse: “Por favor, pegue o seu filho, seu único filho, a quem você tanto ama, Isaque,vá à terra de Moriá e ofereça-o ali como oferta queimada num dos montes que lhe indicarei.”v3 Assim, Abraão se levantou de manhã cedo, selou o seu jumento e levou consigo dois dos seus servos e seu filho Isaque. v6 Abraão pegou a lenha da oferta queimada e a pôs sobre os ombros de Isaque, seu filho. Depois pegou o fogo e a faca, e os dois seguiram juntos. v9 Por fim chegaram ao lugar que o verdadeiro Deus lhe havia indicado; e Abraão construiu ali um altar e arrumou a lenha em cima dele. Ele amarrou as mãos e os pés de Isaque, seu filho, e o colocou no altar, em cima da lenha. v10 Abraão estendeu então a mão e pegou a faca para matar seu filho. v11 Mas o anjo de Yhwh o chamou desde os céus e disse: “Abraão, Abraão!” E ele respondeu: “Aqui estou!”  v12 Então o anjo disse: “Não fira o rapaz e não lhe faça absolutamente nada, pois agora eu sei que você teme a Deus, porque não me negou o seu filho, seu único filho.”

João 3:16-17
“Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna. Pois v17 Deus não enviou seu Filho ao mundo para que ele julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele"

Gálatas 3:8,14, 16, 29
v8
"Certa passagem das Escrituras, prevendo que Deus declararia justas a pessoas das nações por meio da fé, declarou com antecedência as boas novas a Abraão, dizendo: “Por meio de você todas as nações serão abençoadas.”
v14 "Isso aconteceu para que a bênção de Abraão se estendesse às nações por meio de Cristo Jesus, a fim de que recebêssemos o espírito prometido por meio da nossa fé."
v16
"Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. As Escrituras não dizem “e aos seus descendentes”, como se fossem muitos. Em vez disso, dizem “e ao seu descendente”, indicando um só, que é Cristo".
v29
"Além disso, se vocês pertencem a Cristo, são realmente a descendência de Abraão, herdeiros segundo uma promessa".

Gênesis 12:3
"
Abençoarei os que o abençoarem e amaldiçoarei aquele que invocar o mal sobre você, e todas as famílias da terra certamente serão abençoadas por meio de você.”
 
Mateus 26:26-28
"Ao continuarem a comer, Jesus pegou um pão e, depois de proferir uma bênção, partiu-o e deu aos discípulos, dizendo: “Peguem, comam. Isto representa o meu corpo.” v27 E, pegando um cálice, ele deu graças e o deu a eles, dizendo: “Bebam dele, todos vocês, v28 pois isto representa o meu ‘sangue do pacto’, que será derramado em benefício de muitos, para o perdão de pecados"
 
Lucas 22:29-30
"e eu faço com vocês um pacto para um reino, assim como o meu Pai fez um pacto comigo, v30 a fim de que vocês comam e bebam à minha mesa, no meu Reino, e se sentem em tronos para julgar as 12 tribos de Israel"

Lucas 19:35-40
"Então o levaram a Jesus, lançaram suas capas sobre o jumentinho e fizeram que Jesus montasse nele. v36
Enquanto ele prosseguia, estendiam suas capas na estrada. v37 Assim que chegou perto da estrada que desce do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos começou a se alegrar e a louvar a Deus em alta voz por todas as obras poderosas que tinham visto, v38 dizendo: “Bendito é aquele que vem como Rei em nome de Yhwh! Paz no céu e glória nas maiores alturas!” v39 No entanto, alguns dos fariseus que estavam no meio da multidão lhe disseram: “Instrutor, censure os seus discípulos.” v40 Mas ele disse em resposta: “Eu lhes digo que, se eles ficassem calados, as pedras clamariam.”

Marcos 13:30
"Eu lhes garanto que esta geração de modo algum passará até que todas essas coisas aconteçam".
 
1 Pedro 2:4-5, 9-10
v 4-5 "À medida que se aproximam dele, uma pedra vivente rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa para Deus,v5 vocês mesmos, como pedras viventes, estão sendo edificados como casa espiritual para ser um sacerdócio santo, a fim de oferecer sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo".
v 9-10 "Mas vocês são “raça escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo para propriedade especial, para que divulguem as qualidades excelentes” Daquele que os chamou da escuridã
o para a Sua maravilhosa luz. v10
Porque antes vocês não eram povo, mas agora são povo de Deus; antes vocês não haviam sido tratados com misericórdia, mas agora receberam misericórdia".


Mateus 24:34
E"u lhes garanto que esta geração de modo algum passará até que todas essas coisas aconteçam."
 
Lucas 21-32
"Eu lhes garanto que esta geração de modo algum passará até que todas as coisas aconteçam"
 
Numeros 32:13
"Por isso, a ira de Yhwh se acendeu contra Israel e ele os fez vaguear pelo deserto por 40 anos, até que toda a geração que fazia o que era mau aos olhos de Yhwh chego u ao seu fim".
 
Numeros 14:29-33
"Neste deserto cairão os seus cadáveres, sim, todos vocês de 20 anos de idade para cima que foram registrados, todos vocês que se queixaram contra mim. v30 Nenhum de vocês entrará na terra que jurei dar a vocês, para residirem nela, com exceção de Calebe, filho de Jefuné, e Josué, filho de Num. v31“‘“Quanto aos seus filhos, que vocês disseram que seriam levados como despojo, eu os farei entrar na terra que vocês rejeitaram, e eles a conhecerão. v32 Mas os seus próprios cadáveres cairão neste deserto. v33 E os seus filhos se tornarão pastores no deserto por 40 anos, e eles terão de responder pelos atos de infidelidade de vocês, até que o último cadáver de vocês caia no deserto". 

Lucas 21:20-24
"No entanto, quando virem Jerusalém cercada por exércitos acampados, então saibam que está próxima a desolação dela. v21 Então, os que estiverem na Judeia fujam para os montes, os que estiverem no meio dela saiam, e os que estiverem nos campos não entrem nela, v22 porque esses são dias para se executar a justiça a fim de que se cumpram todas as coisas escritas. v2 3Ai das mulheres grávidas e das que amamentarem naqueles dias! Porque haverá grande aflição nesta terra e ira contra este povo. v28 E eles cairão pelo fio da espada e serão levados cativos para todas as nações; e Jerusalém será pisada pelas nações até se cumprirem os tempos determinados das nações".
 
Apocalipse 17:14 & 19:11-16
v14 "Eles batalharão contra o Cordeiro, mas, visto que ele é Senhor dos senhores e Rei dos reis, o Cordeiro os vencerá. Os que estão com ele, os chamados, escolhidos e fiéis, também vencerão.”
19: v 11-16  "Vi o céu aberto e apareceu um cavalo branco. Aquele que estava montado nele se chama Fiel e Verdadeiro, e ele julga e guerreia com justiça. v12 Seus olhos são chama ardente, e na sua cabeça há muitos diademas. Ele tem um nome escrito que ninguém conhece, exceto ele mesmo, v13 e está vestido com uma roupa manchada de sangue; ele é chamado de A Palavra de Deus. v14 Também, os exércitos no céu o seguiam em cavalos brancos, e eles estavam vestidos de linho fino, branco e puro. v15 Da boca dele se estende uma longa espada afiada, para que ele golpeie com ela as nações. Ele as pastoreará com vara de ferro. Além disso, ele pisa o lagar da fúria da ira de Deus, o Todo-Poderoso. v16 Na sua roupa, sim, sobre a coxa, ele tem um nome escrito: Rei dos reis e Senhor dos senhores".

Apocalipse 18: 2-8
"Ele clamou com voz forte: “Caiu! Caiu Babilônia, a Grande, e ela se tornou morada de demônios e esconderijo de todo espírito impuro e de toda ave impura e odiada! v3 Pois todas as nações caíram vítimas do vinho da paixão da sua imoralidade sexual, os reis da terra cometeram imoralidade sexual com ela, e os comerciantes da terra ficaram ricos por causa do poder do seu luxo desavergonhado.” v4 Ouvi outra voz vinda do céu dizer: “Saiam dela, meu povo, se não quiserem ser cúmplices dos pecados dela e se não quiserem receber parte das suas pragas. v5 Pois os pecados dela se acumularam até o céu, e Deus se lembrou dos atos injustos dela. v6 Paguem-lhe na mesma moeda, sim, paguem-lhe em dobro pelo que ela fez; no cálice em que ela preparou a bebida, preparem uma porção dupla para ela. v7 Na mesma medida em que ela se glorificou e viveu em luxo desavergonhado, deem-lhe tormento e luto. Porque ela diz no coração: ‘Estou sentada como rainha, não sou viúva e nunca verei luto.’v8  É por isso que as pragas dela — morte, luto e fome — virão num só dia, e ela será completamente queimada no fogo, porque Yhwh Deus, quem a julga, é forte".

Lucas 21:20
“No entanto, quando virem Jerusalém cercada por exércitos acampados, então saibam que está próxima a desolação dela".

Apocalipse 17:1-18
v1- 8 "Um dos sete anjos que tinham as sete tigelas veio e me disse: “Venha, vou lhe mostrar o julgamento da grande prostituta que está sentada sobre muitas águas; v2 os reis da terra cometeram imoralidade sexual com ela, e os habitantes da terra se embriagaram com o vinho da imoralidade sexual dela.” v3 Ele me levou no poder do espírito para um deserto. E vi uma mulher sentada numa fera cor de escarlate que estava cheia de nomes blasfemos e tinha sete cabeças e dez chifres. v4 A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, estava adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas, e tinha na mão um cálice de ouro cheio de coisas repugnantes e das coisas impuras da sua imoralidade sexu v5 al. Na sua testa estava escrito um nome, um mistério: “Babilônia, a Grande, a mãe das prostitutas e das coisas repugnantes da terra. ” v6 Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue das testemunhas de Jesus...  v8 A fera que você viu era, mas não é, no entanto está para subir do abismo e irá para a destruição. E os habitantes da terra (aqueles que desde a fundação do mundo não tiveram seus nomes escritos no rolo da vida) ficarão espantados quando virem que a fera era, mas não é, e no entanto estará presente".

 v9-18 Isto exige uma mente sábia: as sete cabeças representam sete montes, sobre os quais a mulher está sentada. v10 E há sete reis: cinco já caíram, um é, e o outro ainda não chegou, mas, quando chegar, terá de permanecer por pouco tempo. v11 E a fera que era, mas não é,+ ela também é um oitavo rei, mas procede dos sete, e vai para a destruição. v12 “Os dez chifres que você viu representam dez reis, que ainda não receberam um reino, mas eles recebem autoridade como reis por uma hora, junto com a fera. v13 Eles têm um só pensamento; assim dão o seu poder e autoridade à fera. v14 Eles batalharão contra o Cordeiro, mas, visto que ele é Senhor dos senhores e Rei dos reis, o Cordeiro os vencerá. Os que estão com ele, os chamados, escolhidos e fiéis, também vencerão.”v15 Ele me disse: “As águas que você viu, onde a prostituta está sentada, representam povos, multidões, nações e línguas. v16 Os dez chifres que você viu e a fera odiarão a prostituta; eles a deixarão devastada e nua, comerão a sua carne e a queimarão completamente no fogo. v17 Porque Deus pôs no coração deles o desejo de executarem o pensamento dele, sim, de executarem o pensamento único deles dando à fera o reino que possuem, até que as palavras de Deus se cumpram. v18 A mulher que você viu representa a grande cidade que tem um reino sobre os reis da terra.”

Lucas1:41-44
"Pois bem, quando Elisabete ouviu o cumprimento de Maria, o bebê no seu ventre pulou, e Elisabete ficou cheia de espírito santo v42 e exclamou bem alto: “Abençoada é você entre as mulheres, e abençoado é o fruto do seu ventre! v43 Então, como é que eu tenho este privilégio, de que a mãe do meu Senhor venha ao meu encontro? v44 Pois, assim que o som do seu cumprimento chegou aos meus ouvidos, o bebê no meu ventre pulou de alegria".
 
Lucas 1:66-77
"Todos os que ouviram guardaram isso no coração, dizendo: “O que será que esse menino vai ser?” Pois, de fato, a mão de Yhwh estava com ele. v67 Então Zacarias, seu pai, ficou cheio de espírito santo e profetizou, dizendo: v68 “Louvado seja Yhwh o Deus de Israel, porque voltou a sua atenção para o seu povo e lhe trouxe livramento. v69 E ele fez surgir para nós um poderoso salvador na casa de Davi, seu servo, v70 assim como tinha falado pela boca dos seus santos profetas da antiguidade, v71 para nos salvar dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam, v72 para mostrar misericórdia com relação aos nossos antepassados e para lembrar o Seu santo pacto, v73 o juramento que Ele fez a Abraão, nosso antepassado, v74 de nos conceder, depois de termos sido resgatados das mãos dos inimigos, o privilégio de lhe prestar destemidamente serviço sagrado v75 com lealdade e justiça, diante dele, todos os nossos dias. v76 Mas, quanto a você, menino, será chamado profeta do Altíssimo, pois irá na frente de Yhwh para preparar os caminhos dele, v77 para dar ao Seu povo conhecimento da salvação por meio do perdão dos pecados deles",
 
Mateus 3:1-4
Naqueles dias João Batista foi pregar no deserto da Judeia, v2 dizendo: “Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo.” v3 De fato, esse é aquele de quem se falou por meio de Isaías, o profeta, com estas palavras: “A voz de alguém está clamando no deserto: ‘Preparem o caminho para Yhwh'! Endireitem as suas estradas.’” v4 João usava roupa de pelo de camelo e um cinto de couro na cintura. Seu alimento eram gafanhotos e mel silvestre.

João 1:23
"Ele disse: “Eu sou a voz de alguém clamando no deserto: ‘Endireitem o caminho para Yhwh’, conforme disse Isaías, o profeta.”
 
Lucas 1:16-17
" fará muitos dos filhos de Israel voltar para Yhwh o Deus deles. v17 Também, irá na frente Dele com o espírito e o poder de Elias, para fazer o coração dos pais se tornar como o de filhos, e fazer os desobedientes se voltar para a sabedoria prática dos justos, a fim de aprontar para Yhwh um povo preparado.”
 
Lucas 3:9
"Realmente, o machado já está posto à raiz das árvores. Portanto, toda árvore que não produz bom fruto será cortada e lançada no fogo.

João 1:29
"No dia seguinte, ele viu que Jesus vinha ao seu encontro e disse: “Vejam o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!
 
Mateus 11:12
"Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos céus é o alvo para o qual os homens avançam vigorosamente, e os que avançam vigorosamente se apoderam dele".
 
Lucas 5:36-39
"Contou-lhes também uma ilustração: “Ninguém corta um pedaço de uma roupa nova para remendar uma roupa velha. Se fizer isso, o remendo novo se soltará e o remendo da roupa nova não combinará com a velha. v37 Também, ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se fizer isso, o vinho novo arrebentará os odres e se derramará, e os odres ficarão arruinados. v38 Mas vinho novo tem de ser posto em odres novos. v39 Ninguém, depois de beber vinho velho, quer o novo, pois diz: ‘O velho é bom.’”
 
Mateus 15:6-9
" Assim vocês invalidaram a palavra de Deus por causa da sua tradição. v7 Hipócritas! Isaías profetizou apropriadamente a respeito de vocês, quando disse: v8 ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está muito longe de mim. v9 É em vão que continuam a me adorar, pois ensinam as regras de homens como doutrinas.’”
 
Marcos 7:13
"Assim vocês invalidam a palavra de Deus pela tradição que transmitiram. E fazem muitas coisas como essa.”
 
Lucas 19:43-44
!Porque virão para você os dias em que os seus inimigos construirão em sua volta uma fortificação de estacas pontiagudas, cercarão você e a sitiarão, por todos os  v44 lados.Eles lançarão por terra você e seus filhos no seu meio, e não deixarão em você pedra sobre pedra, porque não discerniu o tempo de ser inspecionada.”
 
Marcos 9:1
"Ele lhes disse também: “Digo a verdade a vocês: Há alguns dos que estão aqui que de modo algum provarão a morte antes de verem o Reino de Deus já vindo em poder.”

Atos 3:22
"Realmente Moisés disse: ‘Yhwh seu Deus, fará surgir para vocês, dentre os seus irmãos, um profeta semelhante a mim. Escutem tudo que ele lhes disser".
 
João 1:29
"No dia seguinte, ele viu que Jesus vinha ao seu encontro e disse: “Vejam o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!"

Romanos 6:7
"Pois quem morreu foi absolvido do seu pecado."
 
Hebreus 6:4-6
"Pois, no que se refere àqueles que já foram esclarecidos, provaram a dádiva celestial, tornaram-se participantes do espírito santo v5 e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do futuro sistema de coisas, v6 mas se desviaram, é impossível que sejam levados novamente ao arrependimento; porque eles pregam de novo para si mesmos o Filho de Deus na estaca e o expõem à desonra pública"
 
Apocalipse 4:10-11
"os 24 anciãos se prostram diante Daquele que está sentado no trono, adoram Aquele que vive para todo o sempre e lançam suas coroas diante do trono, dizendo: v11 “Digno és, Yhwh nosso Deus, de receber a glória, a honra e o poder, porque criaste todas as coisas, e por tua vontade elas vieram à existência e foram criadas.”
 
Apocalipse 12:5
"E ela deu à luz um filho, um menino, que pastoreará todas as nações com vara de ferro. O filho dela lhe foi então subitamente tirado e levado para Deus e para o seu trono".

Marcos 13:4-7
Diga-nos: Quando acontecerão essas coisas e qual será o sinal de que todas essas coisas estão prestes a chegar a um final?” v5 Assim, Jesus começou a lhes dizer: “Cuidado para que ninguém os engane. v6 Muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu’, e enganarão a muitos. v7 Além disso, quando ouvirem falar de guerras e notícias de guerras, não fiquem apavorados. Essas coisas têm de acontecer, mas ainda não é o fim".

Apocalipse 6:9-11
Quando ele abriu o quinto selo, vi por baixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que haviam dado. vEles clamaram em alta voz: “Até quando, Soberano Senhor, santo e verdadeiro, tu te refrearás de julgar os que moram na terra e de vingar o nosso sangue, que eles derramaram?”v11 E a cada um deles foi dada uma comprida veste branca, e lhes foi dito que descansassem mais um pouco, até que se completasse o número dos seus coescravos e irmãos que estavam para ser mortos assim como eles tinham sido.

Apocalipse 12:5
"E ela deu à luz um filho, um menino, que pastoreará todas as nações com vara de ferro. O filho dela lhe foi então subitamente tirado e levado para Deus e para o seu trono".
 
1 Corintos 6:2-3
"Ou vocês não sabem que os santos julgarão o mundo? E, se o mundo será julgado por vocês, será que vocês não são capazes de julgar questões de tão pouca importância? v3 Não sabem que nós julgaremos anjos? Então por que não questões desta vida?"

Apocalipse 12:4
"a sua cauda arrastou um terço das estrelas do céu e as lançou para baixo, para a terra. O dragão ficou parado diante da mulher+ que estava para dar à luz, para que, quando ela desse à luz, pudesse lhe devorar o filho.

João 6:53-54
"Assim, Jesus lhes disse: “Digo-lhes com toda a certeza: A menos que comam a carne do Filho do Homem e bebam o seu sangue, vocês não têm vida em si mesmos.v54 Quem se alimenta da minha carne e bebe o meu sangue tem vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia"

Apocalipse 12:7
"Irrompeu uma guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalharam contra o dragão, e o dragão e os seus anjos batalharam,

Apocalipse 12:15
"E a serpente vomitou água como um rio atrás da mulher, para que ela se afogasse no rio".

Apocalipse 12:10
"Ouvi uma voz alta no céu dizer: Agora se realizou a salvação, o poder e o Reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo, porque foi lançado para baixo o acusador dos nossos irmãos, que os acusa dia e noite perante o nosso Deus!"

Apocalipse 12:11-12
"Eles o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho deles, e não amaram a própria vida, nem mesmo ao encarar a movrte. v12 Por essa razão, alegrem-se, ó céus, e vocês que residem neles! Ai da terra e do mar, porque o Diabo desceu a vocês com grande ira, pois sabe que lhe resta pouco tempo.”

Apocalipse 12:17
"Então o dragão ficou furioso com a mulher e foi travar guerra com o restante da descendência dela, os que obedecem aos mandamentos de Deus e têm a obra de dar testemunho de Jesus".

1 Pedro 3:18-20
"Pois Cristo morreu de uma vez para sempre pelos pecados, um justo pelos injustos,  fim de conduzir vocês a Deus. Ele foi morto na carne, mas recebeu vida no espírito. v19 E assim ele foi e pregou aos espíritos em prisão v20, que tinham sido desobedientes quando Deus esperava pacientemente nos dias de Noé, enquanto se construía a arca, na qual poucas pessoas, isto é, oito, foram levadas a salvo através da água".

2 Pedro 2:4-5
"De fato, Deus não se refreou de punir os anjos que pecaram, mas ele os lançou no Tártaro, acorrentando-os em densa escuridão e reservando-os para o julgamento. v5 Ele também não se refreou de punir um mundo antigo, mas preservou Noé, pregador da justiça, junto com mais sete, quando trouxe um dilúvio sobre um mundo de pessoas ímpias.

Revelation 20:6
"Happy and holy is anyone having part in the first resurrection; over these the second death has no authority, but they will be priests of God and of the Christ, and they will rule as kings with him for the 1,000 years".


Apocalipse 20:6
"Feliz e santo é todo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre eles a segunda morte não tem autoridade, mas serão sacerdotes de Deus e do Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos".

João 12:13-15
"Então, pegaram folhas de palmeiras e saíram ao encontro dele, e começaram a gritar: “Salva, rogamos-te! Bendito é aquele que vem em nome de Yhwh! Bendito é o Rei de Israel!” v14  Jesus achou um jumentinho e montou nele, assim como está escrito: v15 “Não tema, filha de Sião. Veja! Seu rei está vindo, montado num jumentinho.”

Lucas 19:38-40
"dizendo: “Bendito é aquele que vem como Rei em nome de Yhwh! Paz no céu e glória nas maiores alturas!” v39, No, oalguns dos fariseus que estavam no meio da multidão lhe disseram: “Instrutor, censure os seus discípulos.” v40 Mas ele disse em resposta: “Eu lhes digo que, se eles ficassem calados, as pedras clamariam.”

Lucas 21:24
"E eles cairão pelo fio da espada e serão levados cativos para todas as nações; e Jerusalém será pisada pelas nações até se cumprirem os tempos determinados das nações".

Romanos 6:3-5
"Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados na sua morte? v4 Portanto, fomos sepultados com ele por meio do nosso batismo na sua morte, a fim de que, assim como Cristo foi levantado dentre os mortos por meio do poder glorioso do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova. v5 Se fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente seremos também unidos a ele na semelhança da sua ressurreição".

Filipenses 1:21 & 3:10
1:21 "Pois, no meu caso, viver é Cristo e morrer é ganho"
3:10 "O que eu quero é conhecer a ele e o poder da sua ressurreição, e participar nos seus sofrimentos, submetendo-me a uma morte semelhante à dele",
 
Romanos 8:36-37
“Por tua causa, o dia inteiro somos entregues à morte; somos considerados como ovelhas destinadas ao abate.” v37 Pelo contrário, em todas essas coisas saímos completamente vitoriosos,"
 
Romanos 6:2 &7
v2 "Visto que morremos com relação ao pecado, como podemos ainda continuar vivendo nele?"
v7 "Pois quem morreu foi absolvido do seu pecado".

Marcos 10:38-39
"Mas Jesus lhes disse: “Vocês não sabem o que estão pedindo. Será que podem beber o cálice que eu estou bebendo ou ser batizados com o batismo com que eu estou sendo batizado?” v39 Disseram-lhe: “Podemos.” Então Jesus lhes disse: “Vocês beberão o cálice que eu estou bebendo e serão batizados com o batismo com que eu estou sendo batizado".

Êxodo 13:2, 12-15
v2 Santifique para mim todo primogênito do sexo masculino entre os israelitas. O primeiro que nascer, tanto entre os homens como entre os animais, pertence a mim.”
v12-15 " devote a Yhwh todo primogênito do sexo masculino ... eles pertencem a Yhwh. v13 Todo primeiro filhote dos jumentos você deve remir com uma ovelha; ... v15 Quando Faraó foi obstinado e não nos deixou partir, Yhwh matou todo primogênito na terra do Egito, desde o primogênito dos homens até o primogênito dos animais. É por isso que estou sacrificando a Yhwh todo primogênito macho dos animais e estou remindo todo primogênito dos meus filhos."’

Números 3:12-13
“Veja, estou pegando os levitas dentre os israelitas em lugar de todos os primogênitos dos israelitas, e os levitas se tornarão meus, v13 pois todo primogênito é meu. No dia em que matei todo primogênito na terra do Egito, santifiquei para mim todo primogênito em Israel, desde homens até animais. Eles devem se tornar meus. Eu sou Yhwh.”

Números 3:39-51
"Todos os levitas do sexo masculino de um mês de idade para cima que Moisés e Arão registraram segundo as suas famílias, conforme a ordem de Jeová, foram 22.000. v40 Yhwh disse então a Moisés: “Registre todos os primogênitos dos israelitas de um mês de idade para cima, conte-os e faça uma lista dos seus nomes. v41 Pegue os levitas para mim em lugar de todos os primogênitos dos israelitas. ... Eu sou Yhwh.”  v43 O número de todos os primogênitos do sexo masculino de um mês de idade para cima que foram registrados por nome foi de 22.273.  v44 Yhwh também disse a Moisés: v45 “Pegue os levitas em lugar de todos os primogênitos dos israelitas, ... E os levitas se tornarão meus. Eu sou Yhwh.  v46 Como resgate pelos 273 primogênitos dos israelitas que excedem o número dos levitas, v47 você deve recolher 5 siclos por pessoa, segundo o siclo-padrão do lugar santo. Um siclo sãov 20 geras. v48 Você deve dar o dinheiro a Arão e a seus filhos como resgate pelo número dos que excedem os levitas.” v49 Assim, Moisés recolheu o dinheiro do resgate por aqueles que excederam o número dos levitas. v50 Ele recolheu o dinheiro dos primogênitos dos israelitas: 1.365 siclos, segundo o siclo-padrão do lugar santo. v51 Moisés deu então a Arão e a seus filhos o dinheiro do resgate, de acordo com a palavra de Yhwh, assim como Yhwh havia ordenado a Moisés".
 
1 Pedro 1:3-4, 23,
"Louvado seja o Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, pois, segundo a sua grande misericórdia, ele nos deu um novo nascimento para uma esperança viva por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, v4 para uma herança imperecível, sem mancha e que não se apaga. Ela está reservada nos céus para vocês",
v23 Pois foi dado a vocês um novo nascimento, não por semente perecível, mas por semente imperecível, por meio da palavra do Deus vivente, o qual permanece para sempre".
 
Romanos 14:7-8
"De fato, nenhum de nós vive somente para si mesmo, e ninguém morre somente para si mesmo. v8 Pois, se vivemos, vivemos para Jeová; se morremos, morremos para Yhwh. Portanto, quer vivamos, quer morramos, pertencemos a Yhwh"
 
Hebreus 12:22-24
"Mas vocês se aproximaram de um monte Sião e de uma cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial, e de miríades de anjos v23 em assembleia geral, e da congregação dos primogênitos que foram inscritos nos céus, e de Deus, o Juiz de todos, e da vida espiritual  dos justos que foram tornados perfeitos, v24 e de Jesus, o mediador de um novo pacto, e do sangue aspergido, "

Apocalipse 7:3-4, 14:3-4, 20:6
7:3-4 “Não façam dano à terra, nem ao mar, nem às árvores, até termos selado na testa os escravos do nosso Deus.” v4 Então ouvi o número dos selados: 144.000",
14:3-4 "Estavam cantando o que parecia ser um novo cântico, diante do trono e diante das quatro criaturas viventes e dos anciãos. Ninguém podia aprender esse cântico, exceto os 144.000 que foram comprados da terra. v4 Esses são os que não se contaminaram com mulheres; de fato, são virgens. Esses são os que estão seguindo o Cordeiro para onde quer que ele vá. Foram comprados dentre a humanidade como primícias para Deus e para o Cordeiro"
20:6 "Feliz e santo é todo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre eles a segunda morte não tem autoridade, mas serão sacerdotes de Deus e do Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos".

Apocalipse 1:5-6, 5:10, 20:4
1:5-6 "da parte de Jesus Cristo, “a Testemunha Fiel”, “o primogênito dentre os mortos” e “o Governante dos reis da terra”. Àquele que nos ama e nos livrou dos nossos pecados por meio do seu próprio sangue  v6 e fez de nós um reino, sacerdotes para seu Deus e Pai ,".
5:10  "fez deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a terra.
20:4 "Vi tronos, e aos sentados neles foi dada autoridade para julgar. Sim, vi as almas dos que foram executados por causa do testemunho que deram de Jesus e por terem falado a respeito de Deus, vi aqueles que não tinham adorado a fera nem a imagem dela e não tinham recebido a marca na testa e na mão. Eles voltaram a viver e reinaram com o Cristo por mil anos.
 
Apocalipse 6:11
"E a cada um deles foi dada uma comprida veste branca, e lhes foi dito que descansassem mais um pouco, até que se completasse o número dos seus coescravos e irmãos que estavam para ser mortos assim como eles tinham sido".

Apocalipse 12:9
"Assim, foi lançado para baixo o grande dragão, a serpente original, o chamado Diabo e Satanás, que está enganando toda a terra habitada. Ele foi lançado para baixo, à terra, e os seus anjos foram lançados para baixo junto com ele".

Daniel 4:16
"Que o seu coração seja mudado para que não seja mais um coração humano, e lhe seja dado um coração de animal, e passem sobre ele sete tempos".

Apocalipse 11:2, 11:7-11
11:2 "Mas, quanto ao pátio fora do santuário do templo, deixe-o de fora, sem medi-lo, porque foi dado às nações, e elas pisarão a cidade santa por 42 meses".
11:7-11 "Quando tiverem terminado de dar seu testemunho, a fera que sobe do abismo guerreará contra elas, as vencerá e as matará. v8 Seus corpos ficarão na rua principal da grande cidade que em sentido espiritual se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi morto na estaca. v9 Povos, tribos, línguas e nações olharão para os seus corpos por três dias e meio e não permitirão que os seus corpos sejam colocados num túmulo. v10 E os que moram na terra se alegrarão por causa delas e comemorarão, e enviarão presentes uns aos outros, porque esses dois profetas atormentavam os que moram na terra". v11 Depois dos três dias e meio, entrou neles espírito de vida da parte de Deus,+ e eles ficaram de pé, e os que os viram ficaram com muito medo.

Tiago 2:5
"Escutem, meus amados irmãos. Não é verdade que Deus escolheu os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que ele prometeu aos que o amam?"

Romanos 11:17, 23-24
v17 "No entanto, se alguns dos ramos foram arrancados, e você, apesar de ser oliveira silvestre, foi enxertado entre eles e se tornou participante da riqueza da raiz da oliveira"
v23-24 "E eles também, se deixarem de ser pessoas sem fé, serão enxertados, pois Deus é capaz de enxertá-los novamente.v24 Pois, se você foi cortado da oliveira que é silvestre por natureza e foi enxertado numa oliveira cultivada, o que é contrário à natureza, quanto mais serão os ramos naturais enxertados de volta na sua própria oliveira!"

João 12:36
"Enquanto vocês têm a luz, exerçam fé na luz, para que possam se tornar filhos da luz.

Efésios 5:8
"pois antes vocês eram escuridão, mas agora são luz em união com o Senhor. Continuem andando como filhos da luz",

Filipenses 2:15
"para que venham a ser irrepreensíveis e inocentes, filhos de Deus sem defeito no meio de uma geração pervertida e corrompida, no meio da qual vocês estão brilhando como iluminadores no mundo",

Apocalipse 13:1-7
" Então vi uma fera subir do mar, com dez chifres e sete cabeças, e nos seus chifres havia dez diademas, mas nas suas cabeças havia nomes v2 blasfemos.  A fera que vi era semelhante a um leopardo, mas os seus pés eram como os de um urso, e a sua boca era como a boca de um leão. Do dragão a fera recebeu seu poder, seu trono e grande autoridade. v3 Vi que uma das suas cabeças parecia ter sido fatalmente ferida, mas essa ferida mortal foi curada, e toda a terra seguia a fera co  admiração. v4 Adoravam o dragão porque ele tinha dado autoridade à fera, e adoravam a fera com as palavras: “Quem é semelhante à fera e quem pode batalhar contra ela?” v5 Foi-lhe dada uma boca que falava coisas arrogantes e blasfemas, e foi-lhe dada autoridade para agir por 42 meses. v6 E ela abriu a boca em blasfêmias contra Deus para blasfemar contra o seu nome e contra a sua morada, sim, contra os que moram no céu. v7 Foi-lhe permitido travar guerra com os santos e vencê-los, e foi-lhe dada autoridade sobre toda tribo, povo, língua e nação".

Apocalipse 11:7-8
"Quando tiverem terminado de dar seu testemunho, a fera que sobe do abismo guerreará contra elas, as vencerá e as matará. v8 Seus corpos ficarão na rua principal da grande cidade que em sentido espiritual se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi morto na estaca".

Daniel 7:2-6
"Daniel declarou: “Em minhas visões durante a noite, vi que os quatro ventos dos céus agitavam o vasto mar. v3 E quatro animais enormes saíam do mar; eles eram diferentes uns dos outros. v4 “O primeiro se parecia com um leão e tinha asas de águia. Eu o observei até que suas asas foram arrancadas, e ele foi levantado da terra e posto sobre dois pés como um homem, e recebeu um coração de homem. v5 “E apareceu outro animal, um segundo, parecido com um urso. Ele estava erguido de um lado e tinha na boca, entre os dentes, três costelas; e foi-lhe dito: ‘Levante-se, coma muita carne.’ v6“Depois disso continuei olhando, e apareceu outro animal, parecido com um leopardo, mas ele tinha nas costas quatro asas, como as de uma ave. O animal tinha quatro cabeças; e ele recebeu autoridade para governar".

Apocalipse 13:2-4
A" fera que vi era semelhante a um leopardo, mas os seus pés eram como os de um urso, e a sua boca era como a boca de um leão. Do dragão a fera recebeu seu poder, seu trono e grande autoridade. v3 Vi que uma das suas cabeças parecia ter sido fatalmente ferida, mas essa ferida mortal foi curada, e toda a terra seguia a fera com admiração. v4 Adoravam o dragão porque ele tinha dado autoridade à fera, e adoravam a fera com as palavras: “Quem é semelhante à fera e quem pode batalhar contra ela?”


Apocalipse 13:11-17
"Então vi outra fera subir da terra, e ela tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro, mas começou a falar como um dragão. v12 Ela exerce toda a autoridade da primeira fera+ à vista desta. Faz a terra e os seus habitantes adorar a primeira fera, cuja ferida mortal foi curada. v13 E realiza grandes sinais, até mesmo faz descer fogo do céu para a terra à vista da humanidade.  v14  Ela engana os que moram na terra, por causa dos sinais que lhe foi permitido realizar à vista da fera, ao passo que diz aos que moram na terra que façam uma imagem da fera que sofreu o golpe de espada e mesmo assim reviveu. v15 Foi-lhe permitido dar fôlego à imagem da fera, para que a imagem da fera falasse e fizesse com que fossem mortos todos os que se recusassem a adorar a imagem da fera. v16 Ela obriga todas as pessoas, pequenas e grandes, ricas e pobres, livres e escravas, a receber uma marca na mão direita ou na testa, v17 para que ninguém possa comprar ou vender, exceto aquele que tem a marca, isto é, o nome da fera ou o número do seu nome."

Daniel 2:41-44 
“E, assim como o senhor viu que os pés e os dedos dos pés eram parcialmente de argila de oleiro e parcialmente de ferro, o reino estará dividido; porém, haverá nele um pouco da dureza do ferro, assim como o senhor viu o ferro misturado com argila mole. v42 E, assim como os dedos dos pés eram parcialmente de ferro e parcialmente de argila, o reino será parcialmente forte e parcialmente frágil. v45 Assim como o senhor viu o ferro misturado com a argila mole, eles estarão misturados com o povo; mas não se aderirão um ao outro, do mesmo modo como o ferro não se mistura com a argila. v44 “Nos dias desses reis, o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será destruído. E esse reino não passará para as mãos de nenhum outro povo. Vai esmigalhar e pôr um fim a todos esses reinos, e somente ele permanecerá para sempre,"

Apocalipse 13:18
"Isto exige sabedoria: quem tem discernimento calcule o número da fera, pois é o número de um homem. O seu número é 666."

Apocalipse 11:3-10
"Farei as minhas duas testemunhas profetizar por 1.260 dias vestidas com pano de saco.” v4 Elas são simbolizadas pelas duas oliveiras e pelos dois candelabros, e estão em pé diante do Senhor da terra. v5 Se alguém quiser lhes causar dano, sairá fogo das suas bocas e consumirá os seus inimigos. Se alguém quiser lhes causar dano, é assim que terá de ser morto.  v6 Elas têm autoridade para fechar o céu, de modo que não caia chuva durante os dias em que profetizarem, e têm autoridade para transformar as águas em sangue e para ferir a terra com todo tipo de pragas, quantas vezes quiserem. v7 Quando tiverem terminado de dar seu testemunho, a fera que sobe do abismo guerreará contra elas, as vencerá e as matará. v8 Seus corpos ficarão na rua principal da grande cidade que em sentido espiritual se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi morto na estaca. v9 Povos, tribos, línguas e nações olharão para os seus corpos por três dias e meio e não permitirão que os seus corpos sejam colocados num túmulo. v10 E os que moram na terra se alegrarão por causa delas e comemorarão, e enviarão presentes uns aos outros, porque esses dois profetas atormentavam os que moram na terra."

1 Corintos 15:51-52
"Escutem, vou lhes contar um segredo sagrado: Nem todos adormeceremos na morte, mas todos seremos transformados, v52 num momento, num piscar de olhos, durante o toque da última trombeta. Pois a trombeta soará, e os mortos serão levantados imperecíveis, e nós seremos transformados."

Mateus 16:18-19
Também, eu lhe digo: Você é Pedro, e sobre esta rocha construirei a minha congregação, e os portões da Sepultura não a vencerão. v19 Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus, e tudo o que você amarrar na terra, já terá sido amarrado nos céus, e tudo o que você soltar na terra, já terá sido solto nos céus.” 

Mateus 20:28
"assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em troca de muitos.”

Atos 2:1-4 14,17, 32-33, 38
2:1-4 "Então, durante o dia da Festividade de Pentecostes, todos eles estavam juntos no mesmo lugar. v2 De repente, veio do céu um barulho, bem semelhante ao de uma forte rajada de vento, e encheu toda a casa onde estavam sentados. v3 E eles começaram a ver o que pareciam ser línguas de fogo, e elas se espalharam e pousaram, uma sobre cada um deles; v4 e todos ficaram cheios de espírito santo e começaram a falar em línguas, assim como o espírito os capacitava".
v14 "Mas Pedro se pôs de pé com os Onze e lhes falou bem alto: “Homens da Judeia e todos vocês, habitantes de Jerusalém, prestem atenção e ouçam bem as minhas palavras:"
v17 ‘“Nos últimos dias”, diz Deus, “derramarei do meu espírito sobre todo tipo de pessoas, e os filhos e as filhas de vocês profetizarão, os jovens entre vocês terão visões e os homens idosos entre vocês terão sonhos,"
v32-33 "Deus ressuscitou a esse Jesus, e disso todos nós somos testemunhas. v33 Portanto, visto que ele foi enaltecido à direita de Deuse recebeu do Pai o prometido espírito santo, derramou o que vocês estão vendo e ouvindo".
v38 "Pedro lhes disse: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos seus pecados, e vocês receberão a dádiva do espírito santo".

Atos 10:1-5 11-15  19-48
v1-5 "Havia em Cesareia um homem de nome Cornélio, oficialdo chamado regimento italiano. v2 Ele era um homem devoto, que temia a Deus junto com todos os da sua casa; ajudava muito os pobres entre o povo e continuamente fazia súplicas a Deus. v3 Por volta da nona hora do dia, ele viu claramente numa visão um anjo de Deus se chegar a ele e dizer: “Cornélio!” v4 Apavorado, Cornélio fixou os olhos nele e perguntou: “Que é, Senhor?” Ele lhe disse: “Suas orações e a ajuda que você dá aos pobres subiram como lembrança perante Deus  v5Assim, envie agora homens a Jope para trazerem um homem de nome Simão, conhecido como Pedro".
v11-14 "viu o céu aberto e algo semelhante a um grande lençol de linho descendo sobre a terra, preso pelas quatro pontas. v12 E nele havia todo tipo de quadrúpedes e de répteis da terra, e de aves do céu. v13 Então uma voz lhe disse: “Levante-se, Pedro, mate e coma!” v14 Mas Pedro respondeu: “De jeito nenhum, Senhor, porque nunca comi nada aviltado ou impuro.” v15 E a voz falou novamente com ele, pela segunda vez: “Pare de chamar de impuras as coisas que Deus purificou.”
v19-48 Pedro ainda estava refletindo sobre a visão quando o espírito disse: “Escute! Três homens estão procurando você. v20 Levante-se então, desça e vá com eles, sem hesitar, porque eu os enviei.” v21 De modo que Pedro desceu ao encontro dos homens e disse: “Aqui estou, sou eu quem vocês estão procurando. Por que estão aqui?” v22 Disseram: “Cornélio, oficial do exército, homem justo e temente a Deus, de quem toda a nação dos judeus fala bem, recebeu instruções divinas por meio de um anjo para chamar o senhor à casa dele a fim de ouvir o que o senhor tem a dizer.” v23 Assim, Pedro os convidou para entrar e lhes deu hospedagem. No dia seguinte, levantou-se e foi com eles, e alguns dos irmãos de Jope o acompanharam. v24 No outro dia, ele entrou em Cesareia. Cornélio, naturalmente, os estava esperando, e havia reunido seus parentes e amigos íntimos. v25 Quando Pedro entrou, Cornélio foi ao seu encontro, se prostrou aos pés dele e lhe prestou homenagem. v26 Mas Pedro o levantou, dizendo: “Fique de pé! Eu também sou apenas um homem.” v27 Enquanto conversava com ele, entrou e encontrou muitas pessoas reunidas. 
v28 Ele lhes disse: “Vocês bem sabem que é proibido a um judeu se relacionar ou ter contato com um homem de outra raça. Contudo, Deus me mostrou que eu não devo chamar nenhum homem de aviltado ou impuro. v29 Por isso vim, sem nenhuma objeção, quando fui chamado. Agora pergunto por que mandaram me chamar.” v30 Cornélio respondeu: “Quatro dias atrás, eu estava orando na minha casa nesta mesma hora, a nona hora, quando apareceu na minha frente um homem com roupa brilhante; v31 ele disse: ‘Cornélio, sua oração foi ouvida, e a ajuda que você dá aos pobres foi lembrada diante de Deus. v32 Portanto, envie alguém a Jope para chamar Simão, conhecido como Pedro. Esse homem está hospedado na casa de Simão, um curtidor de couro, à beira do mar.’ v33 Então, imediatamente mandei chamá-lo, e o senhor teve a bondade de vir para cá. Agora estamos todos presentes perante Deus para ouvir todas as coisas que Yhwh lhe mandou dizer.” v34 Em vista disso, Pedro começou a falar; ele disse: “Agora eu entendo claramente que Deus não é parcial, v35 mas, em toda nação, ele aceita aquele que o teme e faz o que é direito. v36 Ele enviou sua palavra aos filhos de Israel, declarando-lhes as boas novas de paz por meio de Jesus Cristo — este é Senhor de todos. v37 Vocês sabem de que assunto se falava em toda a Judeia, começando na Galileia, depois do batismo que João pregou:  v38 sobre Jesus, que era de Nazaré, como Deus o ungiu com espírito santo e poder; e ele andou por toda a região fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo Diabo, porque Deus estava com ele v39 E nós somos testemunhas de todas as coisas que ele fez tanto na terra dos judeus como em Jerusalém. Mas eles o mataram, pendurando-o num madeiro. v40 Deus o levantou no terceiro dia e permitiu que ele aparecesse, v41 não a todo o povo, mas a testemunhas designadas antecipadamente por Deus, a nós, os que comemos e bebemos com ele depois que foi levantado dentre os mortos. v42 Também, ele ordenou que pregássemos ao povo e déssemos um testemunho cabal de que é ele o designado por Deus para ser juiz dos vivos e dos mortos. v43 É dele que todos os profetas dão testemunho, de que todo aquele que deposita fé nele recebe perdão de pecados por meio do seu nome.” 
v44 Enquanto Pedro ainda falava essas coisas, o espírito santo desceu sobre todos os que ouviam a palavra. v45 E os crentes circuncisos que tinham vindo com Pedro ficaram admirados, porque a dádiva do espírito santo também estava sendo derramada sobre pessoas das nações. v46 Pois eles as ouviram falar em línguas e magnificar a Deus. Em vista disso, Pedro disse: v47 “Estas pessoas receberam o espírito santo assim como nós; será que alguém pode negar a água, impedindo que sejam batizadas?” v48 Então, ele mandou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. E eles lhe pediram que ficasse ali alguns dias".

1 João 2:18
Filhinhos, esta é a última hora e, assim como vocês ouviram que o anticristo virá, já surgiram agora muitos anticristos. Por causa disso sabemos que esta é a última hora."

João 10:16
“E tenho outras ovelhas, que não são desse aprisco; a essas também tenho de trazer, e elas escutarão a minha voz e se tornarão um só rebanho, com um só pastor"

Apocalipse 7:9-17
"Depois disso eu vi uma grande multidão, que nenhum homem era capaz de contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de compridas vestes brancas, e havia folhas de palmeiras nas suas mãos. v10 Clamavam em alta voz: “Devemos a salvação ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro.”   v13 "Em vista disso, um dos anciãos me disse: “Quem são esses que vestem compridas vestes brancas, e de onde vieram?” v14 Assim, eu lhe disse imediatamente: “Meu senhor, é o senhor quem sabe.” Ele me disse: “Esses são os que saem da grande tribulação; eles lavaram suas vestes compridas e as embranqueceram no sangue do Cordeiro. v15 É por isso que estão diante do trono de Deus, e lhe prestam serviço sagrado dia e noite no seu templo; Aquele que está sentado no trono estenderá a sua tenda sobre eles. v16 Não terão mais fome, nem terão mais sede; e nem o sol nem o calor abrasador os castigarão, v17 porque o Cordeiro, que está no meio do trono, os pastoreará e os guiará a fontes de água da vida. E Deus enxugará toda lágrima dos olhos deles.""

Mateus 23:38
"Agora a sua casa ficará abandonada"
 
Daniel 11:17
"Ele estará determinado a vir com toda a força do seu reino, e haverá um acordo com ele; e ele tomará ação. Quanto à filha de mulher, será concedido que ele a arruíne. E ela não se manterá de pé e não continuará a lhe pertencer."

Apocalipse 17:3-6
"E vi uma mulher sentada numa fera cor de escarlate que estava cheia de nomes blasfemos e tinha sete cabeças e dez chifres. v4 A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, estava adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas, e tinha na mão um cálice de ouro cheio de coisas repugnantes e das coisas impuras da sua imoralidade sexual. v5 Na sua testa estava escrito um nome, um mistério: “Babilônia, a Grande, a mãe das prostitutas e das coisas repugnantes da terra.” v6 Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue das testemunhas de Jesus."

Apocalipse 18:2
"Ele clamou com voz forte: “Caiu! Caiu Babilônia, a Grande,"